'Hoje tem coletivo'

Comunidade faz exposição interativa

00:00 · 01.05.2016
Image-0-Artigo-2056666-1
A Exposição Brincar aborda o trabalho desenvolvido pelo coletivo, na comunidade do Gesso, e promete uma interação com o público. Várias ações culturais são desenvolvidas, com destaque para o Trocaria

Juazeiro do Norte. O Centro Cultural do Banco do Nordeste (CCBNB), em Juazeiro do Norte, realizará exposição do Coletivo Camaradas, a partir do próximo dia 3. A exposição que tem como título "Hoje tem Coletivo" provoca a participação do público como é comum nos trabalhos desenvolvidos pelo grupo que defende "uma arte com e para o povo".

A exposição reflete sobre o trabalho desenvolvido pelo Camaradas na Comunidade do Gesso, na cidade do Crato, tendo como destaque os Pontos de Leituras nas Bodegas, a Brinquedoteca Popular e as intervenções urbanas, como é o caso do Poste Poesia, que já ganha uma dimensão nacional.

Participações

A exposição reunirá trabalhos dos artistas Ricardo Alves, Marcia Passos, Thiago Gabriel, Cristiano Ramos, Rodolfo Ramiller, Jordlyane Almeida, Samuel Gomes, Aldênio Fernandes, Fidel Morais Lucas, Diego Moreira, Felype Carvalho, Ivanilson Mumu, Ivan Brigido e Alexandre Lucas.

Além da exposição de fotos, desenhos e projeção de vídeos. O público será co-autor da exposição e a galeria será transformada num espaço de interação, que contará com brinquedos, materiais de desenho, pintura e livros e outras publicações.

Crianças

Durante os dois meses de exposição acontecerá na galeria oficinas, contação de história e rodas de conversa. Outra inovação é que a exposição será adaptada para altura das crianças.

O processo de montagem e abertura contará com a participação das crianças da comunidade do Gesso, que fazem parte do Coletivo Camaradas. Serão cerca de 40 trabalhos, em diferentes modalidades, sobre a comunidade, com fotografias, desenhos e poesias.

Segundo o coordenador do Coletivo, Alexandre Lucas, o objetivo principal do trabalho é manter a interação com o público, que poderá levar o material para casa, como fotografias e poesias. "As pessoas vão para brincar", afirma. Na verdade, diz , se não for com esse objetivo, a mostra, que será realizada durante dois meses, perderá o sentido. Sempre atuando na área do Gesso, comunidade que vive em situação de vulnerabilidade social, em Crato, o coletivo tem desenvolvido diversos trabalhos na área, envolvendo crianças, jovens e adultos.

Tradição

No CCBNB já chegou a realizar, há alguns anos, a exposição Cabaré, Memórias de Uma vida, com uma leitura sobre a comunidade do Gesso. Um evento cultural já tradicional na comunidade é o Trocaria, que consiste num momento de trocas com a comunidade, em que os moradores brincam, contam histórias, trocam livros, conversas e se articulam. Além da Trocaria.

A ação é uma iniciativa dos Camaradas e conta com a parceria do Projeto Nova Vida, Universidade Regional do Cariri (Urca), por meio do Geopark e Proex, Universidade Federal do Cariri (UFCA) / Paideia Cidade Educadora, Coletivo Mudem, Leve Arte Contemporânea, Mensageiras da Paz, Coletivo Foto Crato, rede Coletivos e do poder público municipal local.

A intenção do trabalho é contribuir com o próprio processo de organização comunitária, combate ao estigma social e apresentar as demandas e carências da comunidade para o poder público poder intervir.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.