Entidade beneficente

Artistas promovem leilão de obras de arte para ajudar a Apae do Crato

Iniciativa foi tomada após a confirmação das dificuldades vividas pela entidade, que ameaça fechar

00:00 · 25.01.2015
Image-0-Artigo-1783376-1
Dificuldades financeiras têm precarizado ações destinadas ao público ( fotos: Roberto Crispim )
Image-1-Artigo-1783376-1
O valor arrecadado pelo leilão dos artistas envolvidos apenas contribuirá para diminuir as dívidas da entidade, que hoje estão em mais de R$ 50 mil

Crato. Após anúncio de que a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae-Crato) estaria passando por dificuldades financeiras e que corria o risco de fechar as portas, várias ações têm sido realizadas com o intuito de ajudar a manter este trabalho no município. Um grupo de artistas se mobilizou e promoveu um leilão de obras de arte em benefício da Apae, na última sexta-feira, no Crato Tênis Clube, com o objetivo de arrecadar fundos para a Instituição.

De acordo com um dos organizadores do leilão, o artista plástico George Macário, a iniciativa dos artistas partiu da preocupação social e o interesse pela Apae surgiu da ligação que o mesmo tem com a instituição. "O prédio onde funciona a Apae foi construído pelo meu pai, Humberto Macário, quando foi prefeito do Crato, na década de 60, e eu sempre tive admiração pelo trabalho desenvolvido pela entidade. Sei da sua importância", destaca o artista cratense.

Doações

Cerca de 20 obras foram doadas, dentre pinturas, esculturas e fotografias de artistas da região, em sua maioria cratenses bastante conhecidos pelo trabalho artístico e com vasto acervo. Cada artista que topou participar doou em média duas obras. George conta que a ideia é fazer um leilão com este modelo a cada três meses. Mas, iniciativas como esta, alerta ele, são paliativas. O valor arrecadado apenas contribuirá para diminuir as dívidas da entidade, que hoje estão em mais de R$ 50 mil. A ajuda tem que ser perene, pois o trabalho da Apae é contínuo e eles estão passando por muitas dificuldades.

O ideal, afirma Macário, seria que a população aderisse à doação mensal, por meio da conta de água, que seria repassada à Apae pela Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (Saaec). Ele chama a atenção para que as pessoas se informem e ajudem, pois a doação feita pelos consumidores de água do município, que poderão contribuir com valores de R$ 2, R$ 3 e R$ 5, precisa de autorização da cobrança de um desses valores na tarifa mensal de abastecimento. As obras foram leiloadas a preço de mercado e todo o dinheiro encaminhado imediatamente para a Presidência da Apae, que acompanhou o leilão.

As condições financeiras da Apae do Crato se agravaram no último ano por conta do não recebimento dos recursos dos convênios, tanto federal quanto municipal. E isso, de acordo com a presidente da entidade, Socorro Alves, prejudicou a manutenção de serviços pelo não pagamento de funcionários e fornecedores. Ela diz, inclusive que, se a situação não for resolvida logo, a Apae poderá paralisar algumas atividades desenvolvidas pela falta de profissionais como fisioterapeutas e psicólogos. Os recursos que deveriam ser destinados pelo governo federal, cerca de R$ 2,7 mil mensais, por meio do Fundo Nacional da Assistência Social, não estão sendo repassados desde o mês de setembro do ano passado.

Dívidas

Já os valores pagos pelo município, por meio de convênio com a Secretaria de Saúde do Crato que é usado para contratação de um psicólogo e uma fisioterapeuta, somaram apenas R$ 7,5 mil durante todo o ano de 2014.

O valor que deveria ter sido pago pelo convênio municipal seria de mais de R$ 22 mil. A entidade já acumula cerca de R$ 60 mil em dívidas, principalmente referentes à folha de pagamento dos funcionários. A Prefeitura já informou que o convênio com Apae será mantido e justificou que alguns atrasos no repasse se deram por conta de outros pagamentos que a pasta da Saúde teve que fazer por conta de ordens judiciais. Segundo a administração, o recurso do convênio devido, em aberto, não deixará de ser pago à Apae. (M.M.)

Mais informações:

Apae
Travessa Milagres, S/N
Vila Alta
Crato
Telefone: (88) 3523-3823

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.