fósseis

Ação conscientizadora busca combater o tráfico

00:00 · 25.10.2015
Image-0-Artigo-1954264-1
Peças encontradas em jazidas minerais são retiradas da região para atender, de forma ilegal, coleções particulares em países da Europa e Estados Unidos

Nova Olinda. Formada há mais de 130 milhões de anos, quando o mar invadiu o sertão e formou grandes lagunas, a chapada do Araripe , que envolve os estados Ceará, Piauí e Pernambuco, é uma das principais jazidas de fósseis do planeta.

> Projeto 'Novos Paleontólogos' é retomado em Nova Olinda

Essa bacia sedimentar, que contém duas formações rochosas (Santana e Crato), é um dos únicos 40 lugares do planeta que concentram fósseis em grande quantidade e excelente estado de conservação. Essas regiões são chamadas "Lagerstätten" ("lugares de armazenagem"), janelas raras para a história da vida na Terra.

Tráfico

É na formação Santana, especialmente no seu membro Romualdo (camada de 110 milhões de anos), que se concentram os pterossauros. Mas ali também há peixes, tartarugas, crocodilos e pelo menos dois dinossauros: o Santanaraptor e o Irritator.

O tráfico de fósseis, vários deles novos para a ciência, é trivial na região. Parte da pré-história local hoje só pode ser vista em museus no exterior.

Conscientização

A atividade criminosa ocorre à despeito de a Polícia Federal manter um posto avançado em Juazeiro do Norte, que também é responsável pela prisão de traficantes e apreensão de organismos que identificam a história geológica da terra.

Mais recentemente, materiais ilegais foram apreendidos pelo FBI, nos Estados Unidos, e reconduzidos ao Brasil e destinados ao museu instalado em Santana do Cariri. O produto apreendido deveria ser encaminhado a coleções particulares dos Estados Unidos e Europa.

Para o coordenador do campo, Ypsilon Félix, é importante a retomada do projeto, com um trabalho de conscientização, cuja primeira fase trouxe bons resultados.

Agora, Félix observa que a determinação é expandir cada vez mais essa consciência contra o tráfico e pela preservação de fósseis que pertencem e tratam da história mais antiga da Chapada do Araripe.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.