novos carros

Toyota faz 60 anos no Brasil cheia de novidades

Com a sexta posição em vendas no Brasil em 2017, Toyota está pronta para abocanhar nova fatia do mercado com novos carros e estratégia de excelência

00:00 · 29.01.2018 / atualizado às 08:51 por André Marinho* - Editor
Em primeiro plano, acima, o novo carro da Toyota, Yaris, que virá em versão hatch e sedan, a partir de junho, em fabricação brasileira; logo acima fotos históricas: linha de montagem Bandeirantes 1962; Akio Toyota e o Etios2012 e o Corolla em 98

Uma marca que se consagrou por fazer automóveis os quais nunca quebram, é padrão de excelência dos concessionários, sendo uma linha de carros super desejada no Brasil e no mundo. Sabe que marca é essa? Claro, está no título desta matéria. A japonesa Toyota tem fila de espera na maior parte de seu line-up e, no Brasil, sua história começou no dia 23 de janeiro de 1958, com a instalação de um escritório no centro da cidade de São Paulo.

Sempre metódicos e decididos, em dezembro desse mesmo ano, em São Paulo, inaugurou sua primeira linha de montagem, começando desta maneira suas atividades como fabricante de veículos no País.

Um grupo pequeno e seleto de jornalistas foram convidados para entrevista coletiva com os principais executivos da marca, na Japan House, em São Paulo, para falar dos planos para o futuro e um balanço de 2017. E, claro, que carros estão por vir para o Brasil.

"Quando penso na trajetória da Toyota no Brasil desde o início, me sinto orgulhoso da nossa Família Toyota, responsável por essa história de sucesso neste grandioso País. Ao comemorarmos 60 anos, nossa matriz no Japão está de olho no futuro, por isso, nossa principal mensagem neste momento é 'Reinventando o Futuro'. A Toyota quer ser protagonista da transformação que a indústria automotiva está passando. Novas tecnologias ambientalmente responsáveis, como o sistema híbrido presente no Prius, são apenas o primeiro passo e tenho certeza que o Brasil terá um papel importante em nosso futuro", celebra Steve St.Angelo, CEO da Toyota para a América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil e Argentina.

Desde 1958 até hoje, a marca investe em um crescimento sustentável no mercado brasileiro. Atualmente, são quatro fábricas nas cidades paulistas de Indaiatuba, Sorocaba, Porto Feliz e São Bernardo do Campo, cidade também que abriga um Centro de Pesquisa Aplicada e um Centro de Design. Além disso, são três centros de distribuição de veículos em Guaíba (RS), Vitória (ES) e Suape (PE), um centro de distribuição de peças em Votorantim (SP), um escritório de representação em Brasília (DF) e mais de 5.800 colaboradores.

A Toyota lançou o primeiro veículo no País em 1959, chamado Land Cruiser, na modalidade CKD (Complete Knock-Down), o qual recebeu o nome de Bandeirante. Em 1961, a Toyota adquiriu um terreno em São Bernardo do Campo (SP), onde instalou a primeira unidade industrial da Toyota fora do Japão. A partir de 1962, passou a fabricar o modelo Bandeirante nacional, que durante 40 anos se posicionou como referência no mercado de utilitários e até hoje tem fãs no Brasil.

Em outubro de 1999, a Toyota do Brasil celebrou a produção de 100 mil unidades do utilitário. Em novembro de 2001, com o encerramento da produção da linha Bandeirante, a unidade de São Bernardo do Campo passou a fabricar autopeças. Com a compra de um novo terreno de 1,5 milhão de metros quadrados na cidade de Indaiatuba, no interior do estado de São Paulo, e com o posterior investimento de US$ 150 milhões, a Toyota do Brasil iniciou, em 1996, a construção de sua segunda fábrica no País, destinada à produção do Corolla, que teve início em 1998.

Dois anos mais tarde foram investidos outros US$ 300 milhões para a modernização e ampliação estrutural da fábrica. Este novo aporte marcou o início da produção do Novo Corolla, a partir de junho de 2002. Em março de 2017, a unidade fabril comemorou a marca de 1 milhão de Corollas produzidos.

 

Metas

O presidente da Toyota no Brasil, Rafael Chang, projeta que neste ano a marca vai vender 200 mil veículos. Isso porque em junho começa a ser fabricado outro carro, o Yaris, em versões hatch e sedan. Vai ficar na faixa de preço entre o Etios e o Corolla - de R$ 60 a R$ 80 mil. Ano passado a marca ficou na sexta posição.

Com o Corolla como um dos 10 carros mais vendidos do País, a Toyota vai estrear neste ano no segmento logo abaixo, com o Yaris. A versão hatch já tinha sido anunciada para o 2º semestre, mas o Yaris sedan também está a caminho para brigar com o recém-lançado Volkswagen Virtus e o Fiat Cronos, que chega em fevereiro.

Além do Yaris, o presidente informou da chegada dos novos Rav4 em sua versão de entrada (R$ 129.900) e também do sedan grande Camry, com o preço de R$ 189.900. O modelo chega importado em sua versão XLE e traz um potente motor 3.5 V6 a gasolina de injeção direta, com 310 cv e 37,7 kgfm de torque, câmbio automático de oito marchas e tração dianteira. E um SUV deve vir no segundo semestre, o C-HR. É esperar e testar.

Cronologia

1958 - Toyota inicia suas operações no Brasil (SP), 23 de janeiro de 1958

1958 - Em dezembro inaugurou sua primeira linha de montagem em SP

1961 - Compra terreno em São Bernardo do Campo (SP), a primeira fábrica da Toyota fora do Japão

1962 - Fabrica o Bandeirantes

1998 - Fábrica de Indaiatuba (SP) faz o Corolla

2012 - Fábrica de Sorocaba (SP) faz o Etios hatch e sedan

2018 - Fábrica de motores em Porto Feliz (SP) ampliada; 60 anos no País

*O editor viajou a São P aulo (SP) a convite da Toyota do Brasil

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.