test drive

Testamos o alemão Porsche Panamera versão híbrida

Em sua terceira geração com tecnologia híbrida, carro ganhou mais potência e e uma nova bateria

Marca alemã quer continuar eletrificando seus carros até 2020 e o sedan Panamera é um dos mais vendidos; preço inicial é de R$ 529 mil mas pode ir a até R$ 1.242.000 ( Fotos: Divulgação )
00:00 · 18.12.2017 por Camila Marcelo* - Repórter
Ao lado do 4 E-Hybrid, chega uma nova opção top de linha à linha Panamera: o Turbo S E-Hybrid

A Porsche reservou novidades ao mercado para os últimos dias de 2017. Ainda a partir deste mês, a marca disponibiliza o Panamera 4 E-Hybrid, com a inédita terceira geração da sua tecnologia híbrida, que conta com uma nova bateria de 14 kWh, antes de 11kWh, a qual tem uma vida útil maior, comparado à versão anterior, passando de nove para quinze anos. Ele chega por R$ 529 mil.

O motor elétrico ganhou 41 cv, agora rende 136 cv de potência. O seu torque também melhorou, ficando com 400 Nm. Com máxima de 140 km/h, na forma elétrica oferece agilidade e boa estabilidade nas curvas, leveza ao volante e silêncio a bordo durante todo o teste. Aliás, é quase impossível um Porsche ser ruim de pista.

Porém, quando esse propulsor é combinado ao 2.9 V6 biturbo de 330 cv, o resultado, claro, é ainda melhor. Ponto para o trabalho da equipe da marca.

Com 462 cv e 700Nm, o motor ronca logo ao mudar o modo de condução. Uma verdadeira música aos ouvidos, parece até que o carro ganhou vida.

É só dar um toque no acelerador para ele deslanchar, assim foi possível aproveitar as retas curtas da Fazenda Capuava, localizada no interior de São Paulo. A aceleração é em 4,6 segundos e a máxima dele é de 278 km/h. O câmbio é de dupla embreagem de oito velocidades.

Essa soma de potências foi melhor desfrutada no modo Sport Plus, que mantém a bateria sempre carregando para a performance estar no limite.

auto

Por dentro conforto, requinte e muita tecnologia, além de materiais de alta qualidade; é quase impossível um Porsche ser ruim de pista e também em acabamento

Ele pode ser ativado por um botão no próprio volante (disponibilizado ao lado de outras três opções: E-Power, Hybrid Auto e Sport) ou selecionando na tela central de 12,3 polegadas.

Neste segundo acesso, é possível também escolher a nova variação de direção: o E-Hold. Ele utiliza prioritariamente o motor a combustão, para manter a carga da bateria intacta, resguardando para usar posteriormente quando requisitada.

Carregado

A autonomia também é uma novidade, cresceu de 36km para 50km. Para encher a bateria novamente, é preciso de quatro a oito horas em uma tomada convencional de 220V.

Opcionalmente, o cliente poderá adquirir um carregador com potência de 7,2 kWh que terá a bateria carregada em apenas duas horas.

No percurso, o painel de instrumentos conta com dois displays de sete polegadas emoldurando o tacômetro analógico.

À esquerda, o visor mostra o total de quilômetros que o veículo ainda consegue percorrer com a mesma carga e, circulando o número, ainda exibe até quando utiliza apenas o motor elétrico ou se já está recorrendo ao motor a combustão. É uma mão na roda para ajudar o motorista a saber quando aliviar o pé.

Família

Ao lado do 4 E-Hybrid, chega uma nova opção top de linha à linha Panamera: o Turbo S E-Hybrid. Fora diferenciais estéticos de dianteira, cromados e aerofólio que, além de levantar, se expande, o motor é um V8 biturbo 4.0 de 550 cv. Ele é combinado ao mesmo novo elétrico de 136 cv. Os dois juntos dispõe de 680 cv e uma aceleração em 3,4 segundos. O seu preço é a partir de R$1.233.000. Ele é oferecido no formato esportivo, perua (Sport Turismo) e também estendida (Executive).

Nesta década

A missão da Porsche é continuar eletrificando os seus carros e confirmou que, até 2020, será lançado o Mission E, com produção em 2019. Inteiramente elétrico, sua autonomia será em torno de 500 km e o carregamento de 80% poderá ser feito em 15 minutos.

As informações foram originalmente publicadas pela revista "Car Magazine", citando como fonte Oliver Blume, o chefão da Porsche. De acordo com a mesma reportagem, quando chegar ao mercado o Mission E terá mais de uma versão. O conceito do elétrico de quatro portas tem 600 cv de potência, aceleração de zero a 100 km/h em apenas 3,5 segundos e velocidade máxima 250 km/h. Mais novidades, em breve.

Versões/preços
 
Confira cada modelo e valor
 
Panamera 4 E-Hybrid
R$ 529.000,00
 
Panamera 4 E-Hybrid Sport Turismo
R$ 542.000,00
 
Panamera 4 E-Hybrid Executive
R$ 554.000,00
 
Panamera Turbo S E-Hybrid
R$ 1.233.000,00
 
Panamera Turbo S E-Hybrid Sport Turismo
R$ 1.212.000,00
 
Panamera Turbo S E-Hybrid Executive
R$ 1.242.000,00

 

*A repórter Camila Marcelo viajou a São Paulo (SP) a convite da Porsche

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.