Novidades

Spin 2019: projetada para a família

Melhor distribuição no espaço interno, nova opção de sete lugares e mais itens de série resumem a nova linha

Visual - Capô ganha mais inclinação, os faróis foram afilados e tem novo para-choque
00:00 · 09.07.2018 por Camila Marcelo* - Repórter
Na linha 2019, a Activ ganhou frisos laterais, rack de teto esportivo, acabamento externo em cromo escurecido e, agora, perdeu o estepe localizado na porta traseira

O facelift da minivan Spin felizmente trouxe mais novidades de dentro para fora. Mais adições de equipamentos do que propriamente uma mini-cirurgia plástica no design para alegar mudanças no modelo. Ponto positivo. Ainda mais porque todas as configurações receberam itens relevantes, como a de entrada, LS, que ganhou cinto de três pontos central, isofix, regulagem de altura e luzes indicadoras de direção laterais, entre outros itens.

Mas, entre todos os acréscimos, o mais relevante à gama, creio eu, foi a segunda fileira montada sobre trilhos. Por agora ser corrediça, pode ser movimentada 5 cm para frente ou 6 cm para trás. Isso dá mais litros, saindo de 710 para 756 litros na opção de cinco lugares.

E essa característica também é pensada na opção de sete lugares, para dar mais espaço às pernas de quem senta na terceira fileira. Na prática, é satisfatório. Talvez nenhuma terceira fileira terá igual conforto como a de uma segunda. Mas, na Spin, isso se aproxima. Surpreendeu e foi bem melhor que alguns concorrentes de alto padrão na categoria de sete ocupantes. Ela possibilita que não só crianças, como adultos, possam se acomodar na parte traseira.

Image-2-Artigo-2423568-1
Na LTZ, versão também de 7 lugares, as principais novidades são rodas de 16", câmera de ré com linhas guias e novo revestimento dos bancos e painéis de porta 

Com 1,63m de altura, sentanda de forma ereta, a distância entre a minha cabeça e o teto do veículo não incomodou, assim como a separação entre o meu joelho e o encosto da frente.

Já para quem senta na segunda fileira, não foi preciso abdicar do espaço das pernas. O encosto da dianteira foi redesenhado, ficou mais "slim", ampliando em 2,6 cm para trás.

Aliás, espaço foi palavra-chave dessa linha 2019, a qual passa a contar com mais uma configuração de sete lugares: a Activ 7. Além dela, outra nova opção: sai de cena a Advantage e entra a LT automática, completando sete opções na gama.

Apesar do forte ter sido a adição de itens de série, o exterior não foi esquecido. O capô ficou mais inclinado, os faróis foram afilados com opção de luz diurna em LED e o para-choque recebeu novo contorno. Na traseira, vem com um aerofólio na parte superior da tampa, nicho central para fixação da placa e lanternas mais alongadas e bipartidas. O modelo já está disponível na rede em oito cores externas.

Image-1-Artigo-2423568-1
Desde a versão LS, o painel de instrumentos está igual ao da Tracker, com maior quantidade de mostradores e opção de novo computador de bordo 

Ficha técnica

Motor: 1.8 l, flex
Potência: 106 cv (gasolina) e 111 cv (etanol) a 5200 rpm
Torque: 165 Nm a 2800 rpm (G) e 174 Nm a 2600 rpm (E)
Câmbio: manual de seis marchas ou automática de seis velocidades
Consumo: urbano de 10,3 km/l (G) e 7 km/l (E) e rodoviário de 12 km/l (G) e 8,3 km/l (E)
Versões/preços: LS - R$ 63.990

LT - R$ 68.890 / LT AT - R$ 69.990
LTZ - R$ 78.490 / LTZ AT - R$ 81.990
Activ AT- R$ 79.990
Activ 7 - R$ 83.490

Fonte: Chevrolet Brasil

*A repórter viajou a Foz do Iguaçu (PR) a convite da Chevrolet

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.