Rastreamento veicular com preços populares - Auto - Diário do Nordeste

Tecnologia

Rastreamento veicular com preços populares

17.03.2010

Se fazer um seguro não cabe no orçamento, há uma opção em conta e que pode ajudar na segurança do carro

Adquirir um veículo pode se transformar em decepção ou em dor de cabeça. Apesar dos problemas mecânicos que vêm com o tempo - ou mesmo aqueles que chegam de supetão, como os buracos que sacolejam o carro de repente - o maior deles ainda é a falta de segurança.

Influenciado nesta realidade, novas tecnologias foram criadas para minimizar esta mazela social. É bom lembrar que evitar o assalto, abordar os bandidos, é dever da polícia. Impedir que o seu veículo termine depenado e queimado isso sim, todo cidadão pode prevenir.

Nesta brecha, várias empresas lançaram o rastreamento via GPS (Sistema Global de Posicionamento) por satélite ou por celular. Produtos que, infelizmente, estão longe da realidade do bolso da maioria dos brasileiros pelo alto valor que é pago.

Entretanto, para as classe sociais C e D e até uma parte da B há um produto que deve revolucionar o mercado de rastreadores.

Isto é o que espera Sérgio Baptista, da Segsat, empresa pernambucana de rastreamento veicular, ao lançar o sistema de rastreador por Rádio Frequência(RF).

Sabem qual é o principal atrativo? O preço. Segundo a empresa, sairá por apenas R$ 29 mensais ao cliente. "É uma solução eficiente e de baixíssimo custo, focada em resgate do veículo furtado ou roubado", explica Sérgio.

O empresário salienta que este rastreamento é uma alternativa frente ao seguro. "Em 2008, começamos a enxergar esse mercado sem seguro que hoje representa 75% da frota de veículos. Começamos a perguntar a razão disso. Chegamos a conclusão que o problema está atrelado a questão financeira, já que muitos proprietários não tem condições financeiras de pagar um seguro. Foi aí então que desenvolvemos um aparelho voltado para este público, que não mexa no orçamento familiar mensal, que é o rastreador com tecnologia radiofrequência", pondera o executivo.

Como funciona

O rastreador funciona da seguinte forma: caso seu veículo seja furtado, o proprietário deverá ligar para a central. Automaticamente a empresa, através de um sistema, enviará um sinal e o motor será bloqueado (desligado).

A diferença deste produto e os alarmes anti-furtos está na tecnologia de localização. Ao acionar a central da Segsat, entram em cena os "farejadores", isto é, motoqueiros com um sistema receptor no baú, que vai rastreando o veículo. "De 15 a 20 minutos já estamos com a posse do veículo furtado", assegura.

O sistema tem um raio de abrangência de 100 quilômetros a partir da Capital. De acordo com Sérgio, algumas seguradoras já testaram o produto e aprovaram. "A meta é comercializar 6 mil deste novo produto este ano no Nordeste", calcula.

O rastreamento por rádio-frequência já está sendo vendido em Recife e Fortaleza. Salvador será a próxima cidade a entrar, este mês. Em abril, outras localidades, inclusive o Interior dos estados nordestinos "deverão aderir ao novo sistema", antecipa Sérgio.

Para quem quer adquirir o rastreador, a instalação está sendo realizado na Pronto Car Auto Center, na Avenida Bezerra de Menezes, 1696.

A instalação custa R$ 50. Se o cliente optar pelo Socorro Auto Segsat, basta acrescentar o valor de R$ 10 à mensalidade. Desta forma, o custo sobe para R$ 39,00.

MAIS INFORMAÇÕES
Detalhes na Segsat: (81) 2125-2626/ ou Pronto Car Auto Center: (85) 3052-5356, Av. Bezerra de Menezes, 1696

JOTA POMPÍLIO
REPÓRTER

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999