SEGURANÇA

Rastreador, bloqueador e localizador: diferenças

00:00 · 02.10.2017
Image-0-Artigo-2303767-1
Um aplicativo no celular dá informações em tempo real do local onde o veículo está e também quantos quilômetros andou ( FOTO: ARQUIVO )

Não é raro encontrar motoristas que instalaram rastreadores, localizadores e bloqueadores como forma de proteger o bolso e o carro em caso de furto. Entretanto, apesar de todos os sistemas terem sido criados para proteger e trazer segurança ao motorista, cada um deles são indicados para um tipo de uso.

Pensando nisso, consultamos a Locabrás, empresa pioneira em segurança e rastreamento de veículos para algumas orientações no intuito de ajudar o condutor a escolher opção de acordo com suas necessidades.

Os rastreadores são considerados equipamentos mais completos e estão entre os mais recomendados do mercado. Além do rastreamento convencional, este sistema permite a instalação de bloqueios automáticos, leitura de portas (aberta, fechada) e até velocidade do veículo. "O rastreador é um equipamento que utiliza a tecnologia de dados associado ao GPS para transmitir informações sobre o posicionamento e deslocamento do carro em tempo real", explica um consultor da Locabras.

Os localizadores são equipamentos diretamente ligados à tecnologia de rádio frequência (RF) e ficam restritos à quantidade de antenas fixas ou móveis distribuídas pelo país. Ou seja, podem não ser eficazes dependendo da cobertura de sinais da região.

Os bloqueadores exigem cuidado na hora da sua instalação para impedir danos no sistema elétrico do veículo. "O motorista pode solicitar o corte de combustível, porém essa ação aumenta o risco de que o sistema seja acionado com o carro em movimento caso não haja um gerenciamento eficaz pela central de monitoramento", explica o especialista. "Os bloqueadores podem funcionar de duas maneiras: evitando a partida do veículo ou por meio do corte de combustível." Por fim, antes de instalar qualquer sistema de antifurto no carro, é essencial buscar mais informações sobre as empresas, produtos ofertados no mercado e optar por dispositivos que não comprometem a segurança e a direção do veículo.

Dicas

No site e nas redes sociais da Locabras também existem dicas para evitar roubos e furtos do carro.

Sempre dê preferência ao estacionamento fechado. Se não for possível, analise bem a rua onde parar o carro. Dê preferência a vagas próximas de condomínios, onde há vigias ou alguma unidade da Polícia Militar. As ruas iluminadas e movimentadas podem inibir a ação dos ladrões, que vão optar por ruas mais escuras para roubar ou furtar carros.

Instale um bom alarme em seu veículo e não deixe de colocar um rastreador ou um bloqueador. O rastreador pode ajudar a localizar o carro em caso de roubo, enquanto o bloqueador trava a ignição ou a bomba, impedindo o arranque. Um alarme também é emitido, avisando a empresa de segurança responsável. Não deixe nada visível no interior do veículo quando estacionar. Tire sacolas, mesmo que vazias, suportes de GPS, cabos de carregadores e qualquer outro item que não faça parte do veículo.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.