Os milagres do Martelinho de Ouro - Auto - Diário do Nordeste

Reparador de autos

Os milagres do Martelinho de Ouro

06.07.2011

Desamassando sem desmontar: os serviços são muito procurados pelos motoristas em nossa Capital
Desamassando sem desmontar: os serviços são muito procurados pelos motoristas em nossa Capital
Foto: Liana Sampaio
Existe em Fortaleza uma técnica chamada de Martelinho de Ouro. Com ela, o tempo de espera e o valor dos custos caem. Saiba se vale a pena utilizar em seu veículo

Há 45 anos surgia no Brasil uma técnica de desamassamento de veículos chamada de "Martelinho de Ouro". Em Fortaleza um dos precursores da ideia foi o Caetano Soares de Sousa, mais conhecido como "Caetano". Hoje, seu estabelecimento, a oficina São Caetano, no bairro Pio XII, atende mais de 40 carros/mês que chegam para serem desamassados.

A técnica de martelinho de ouro consiste em desamassar o carro sem danificar a pintura, mantendo a originalidade do veículo. Na maioria dos casos é impossível dizer onde estava amassado.

De acordo com o funcionário Paulo Roberto Marques, 34, que trabalha prestando serviços na oficina São Caetano, a técnica surgiu nos Estados Unidos, no início dos anos 70, e no Ceará desembarcou em 1997. "Para falar a verdade, a técnica é mais antiga que possamos imaginar. No entanto, em Fortaleza, por exemplo, ela só tem 15 anos", disse.

Paulo Roberto explica que quando a colisão é de pequenas proporções e quando é permitida o uso da técnica, o proprietário gasta a metade do preço e do tempo se fosse consertá-lo de outra forma. "Vamos pegar esse carro aqui: aponta para um amassado de um veículo que teve sua traseira danificada. Sem a técnica do martelinho de ouro, o cliente iria gastar em torno de R$ 300, pois além de desamassar, teria que gastar com tintas e com os adesivos do carro. Com a técnica do martelinho de ouro ele gastará só metade, em torno de R$ 150 e o serviço demora em média duas horas. O cliente pode até fica ali tomando um cafezinho enquanto seu carro está sendo consertado", conta.

Ainda sobre o martelinho de ouro, Paulo Roberto afirma que a técnica pode ser usada em qualquer parte do carro que esteja pouco amassado. Em caso de grandes batidas, infelizmente, ela não tem como ser desenvolvida. "Se for um simples amassado ela pode ser utilizada. Não tem problema. Pode-se usar para desamassar no capo, para-lama, portas, teto, tampa traseira, laterais e para-choque", conta.

Para quem está com pequenos amassados no veículo, o Caetano possui bons preços e as facilidades de pagamento também são o diferencial da oficina.

O pagamento pode ser parcelado em até quatro vezes no cartão e os serviços custam em média de R$90 à R$ 150. "Trabalho com o ofício há mais de 30 anos e tenho clientes em toda Fortaleza. Podem conferir que não vão se arrepender", falou o seu Caetano.

Quem conhece os serviços do Caetano e que recomenda é o empresário Carlos Daniel da Costa, 28, que teve seu Palio danificado após uma pequena colisão em um estacionamento de um Shopping na Capital. "Um amigo meu me indicou e fui conferir. O Caetano fez um excelente serviço e eu recomendo a todos. Podem confiar que sairão satisfeitos", disse.

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999