Fenabrave

Vendas de veículos fecha em alta no bimestre

Considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos, acumulado fechou em alta de 16,3% contabilizando janeiro e fevereiro de 2017

13:32 · 02.03.2018 / atualizado às 13:37
De acordo com o levantamento realizado pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), os emplacamentos de todos os segmentos somados acumularam alta de 16,3% no primeiro bimestre do ano, comparado a 2016, com 499.145 unidades emplacadas.
 
Em fevereiro, foram 230.066 mil veículos, o que representa crescimento de 12,26% diante do mesmo mês de 2016. Contudo, quando comparado com janeiro, o resultado é 14,50% menor. “O desempenho desses dois primeiros meses do ano está alinhado com as expectativas de retomada das vendas de veículos no País. Em fevereiro, a média de vendas diárias se mostrou 4,5% acima do registro de janeiro, não fosse o feriado, as vendas teriam sido ainda maiores”, ressalta o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior. 
 
Conforme os dados apresentados, os segmentos de automóveis e comerciais leves apresentaram, neste primeiro bimestre, alta de 18,59% sobre iguais meses do ano passado, totalizando 327.237 unidades. Em fevereiro, o segmento ficou 14,58% acima de fevereiro de 2016, mas 13,59% abaixo de janeiro, por conta dos dias a menos de emplacamentos.
 
O segmento de caminhões também mostrou forte retomada. Em janeiro e fevereiro foram licenciadas 8.699 unidades, 56,71% acima do volume do mesmo intervalo de 2016. Apenas em fevereiro este somou 4.106 unidades emplacadas,57,26% acima do resultado de idêntico mês do ano passado, mas 10,6% abaixo do volume de janeiro.
 
tabela fenabrave fev/2017
 
As vendas de ônibus seguem no mesmo ritmo, e somaram no acumulado dos dois primeiros meses do ano 2.224 emplacamentos, o que representa 64,25% de alta perante o mesmo bimestre de 2016. Em fevereiro as vendas de ônibus pelo País cresceram 71,41% na comparação com um ano atrás, totalizando 1.109 unidades. Na comparação com janeiro, esse resultado é praticamente estável, apresentado apenas 0,54% de retração.
 
O mercado de motocicletas, assim como esperado pela entidade, já mostra sinais de retomada. Nos dois primeiros meses do ano foram comercializadas 140.040 unidades, 9,32% acima do volume de vendas do primeiro bimestre de 2016. Em fevereiro, as 63.013 motos licenciadas apontaram alta de 4,15% ante fevereiro de 2016, mas retração de 18,19% ante janeiro.
 
Assumpção Júnior ressaltou a melhora do cenário econômico atual ante 2017 e sua influência no setor. “O crescimento de 1% do PIB nacional, depois de dois anos de queda, reforça nossas expectativas de retomada da economia e, principalmente, do mercado automotivo. Esse crescimento reflete diretamente na confiança do consumidor sobre a decisão de compra de bens”, conclui.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.