Curiosidade

Por que o pneu é preto?

Especialista explica as propriedades do negro de fumo

08:40 · 04.09.2018 / atualizado às 16:44

A princípio, a questão parece bem simples, afinal o pneu é preto porque recebe em seu processo de produção um material chamado negro de fumo. Semelhante à fuligem, ele é empregado como reforço para a borracha natural acabando assim como responsável pela sua coloração.

O negro de fumo é fabricado industrialmente há quase 150 anos e inicialmente seu uso como pigmento auxiliou o segmento de tintas. Hoje, o negro de fumo é um dos principais ingredientes empregados na fabricação de um pneu, sendo produzido em mais de uma dezena de diferentes tipos. A quantidade e os tipos de negro de fumo utilizados em cada pneu são segredo industrial e é essa delicada equação que determinará as suas principais características.

“O emprego do negro de fumo é um fator decisivo não só para a durabilidade do pneu, como para a sua aderência ao piso, a sua resistência ao rolamento e também a temperaturas elevadas. Ele responde, em média, por mais de 20% do peso e é a combinação entre os diversos tipos de negro de fumo que definirá a performance final do produto”, explica Rafael Astolfi, gerente de assistência técnica da Continental Pneus.

Através do emprego de pigmentos e sílica é possível obter pneu coloridos, como os que equipam as bicicletas infantis. Mas, as tentativa da indústria em comercializar pneus coloridos para automóveis não foram bem aceitas pelo consumidor. Por ser a cor que mais disfarça a sujeira e como nem sempre trafegamos em estradas limpinhas que acabaram de ser lavadas, o preto herdado do negro de fumo não parece ter que temer concorrentes coloridos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.