Restruturação

Fábrica em Itirapina (SP) da Honda será ativada

Ela assumirá a produção de todos os modelos feitos antes em Sumaré (SP). Objetivo é fortalecer a sustentabilidade dos negócios de automóveis

10:55 · 04.04.2018
A Honda iniciará as operações da fábrica de Itirapina, no interior de São Paulo, por meio da transferência da produção de automóveis de Sumaré (SP) para a nova planta. A mudança será gradativamente, a partir do início de 2019, com conclusão prevista para 2021. 
 
Apesar de o mercado local apresentar uma recente recuperação, as perspectivas de crescimento permanecem abaixo do volume projetado anteriormente. Por isso, não compensa manter as duas fábricas em atividade com produção de veículos. Assim, todos os modelos locais serão feitos na planta de Itirapina (SP), equipada com tecnologia mais atualizada.
 
A nova unidade é o resultado de um projeto mais moderno e, consequentemente, mais eficiente do ponto de vista de produtividade, com melhor flexibilidade para atender às demandas tecnológicas para atualizações em nossa linha de automóveis. A unidade também apresenta ganhos em sustentabilidade. Um exemplo é o processo de pintura a base d'água que, aliado ao uso de menor quantidade de tinta, é menos poluente, garantindo a mesma qualidade no acabamento.
 
Com capacidade produtiva nominal de 120 mil unidades por ano, em dois turnos, a fábrica iniciará as atividades com a produção do modelo Fit e contará com a experiência de colaboradores da planta de Sumaré, que serão transferidos para Itirapina.
 
Em Sumaré permanecerão atividades que receberam investimentos recentes:  produção do conjunto motor, incluindo Fundição e Usinagem; Injeção Plástica; Ferramentaria; Engenharia da Qualidade; Planejamento Industrial e Logística. A unidade também mantém a sede administrativa da Honda South America, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Automóveis, a Divisão de Peças e o Centro de Treinamento Técnico para concessionárias.  

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.