Pesquisa

Branco é cor líder de mercado

Esse tom continua sendo o mais pedido pelos brasileiros e no mundo inteiro, com participação de 40%

10:13 · 02.03.2018
A divisão de Tintas da BASF apresenta sua análise global sobre a distribuição de cores no mercado automotivo de 2017, por meio do Relatório de Cores para Tintas Automotivas OEM. O branco mantém a liderança global, em todos os segmentos, com uma participação de mercado de quase 40%. Juntamente com o preto, cinza e prata, as cores acromáticas continuam figurando como as mais importantes. Quando se trata de cores cromáticas, a participação do azul e vermelho é quase igual, seguida do marrom. A visão geral dos segmentos de automóveis mostra que: quanto menor o carro, mais viva é a cor.
 
E o branco também se confirma nos dados mundiais de tendências de cores de veículos da PPG. Na América do Sul, com destaque para o Brasil, o branco e o prata continuam sendo a escolha mais popular para automóveis. Já o azul é a surpresa por registar o crescimento mais rápido em todo o mundo.
 
A preferência dos consumidores brasileiros por veículos brancos cresceu 1% este ano (apontava 37% em 2016). No geral, o neutro brilhante experimentou um crescimento de popularidade de quase 10% nos últimos cinco anos na região. Além disso, o prata também viu um pico favorável em 2017, com o sombra metálico aumentando 2%, de 29% em 2016 para 31% em 2017.
 
"Enquanto o branco, o preto, o cinza e o prata continuam sendo escolhas populares, estamos vendo um aumento constante no desejo de carros em diferentes tons de azul e marrom”, explica Jane Harrington, gerente global de Estilo de Cor Automotiva da PPG.
 
As preferências de cores automotivas da PPG, por região, para 2017 incluem:
 
·América do Sul: o branco (38%) continuou dominando nesta região, com o prata (31%) logo atrás, aumentando 2% em relação ao ano anterior. O preto (10%), o cinza (9%) e o vermelho (8%) são outras escolhas populares.
 
·América do Norte: o branco (25%) manteve-se constante como a principal preferência de cor, enquanto o preto (21%) e o cinza (17%) aumentaram 2% e 5%, respectivamente. O prata (13%) caiu 6%, sendo seguido de perto pelo vermelho e pelo azul (ambos 10%).
 
·Europa: o branco (32%), o cinza (18%), o preto (17%) e o prata (9%) permaneceram quase consistentes em relação a 2016, enquanto o azul (9%) viu um aumento na preferência do consumidor.
 
·Ásia-Pacífico: o branco (44%) permaneceu o mais popular nesta região. O preto (15%) vem a seguir, com o prata e o natural (que inclui o ouro, o bege, o laranja e tons de marrom) empatados com 10%.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.