Lançamento

Novo Tiguan tamanho família

Fabricado na planta de Puebla, no México, segunda geração do modelo é o primeiro da marca com 7 lugares

00:00 · 16.04.2018 por Camila Marcelo* - Repórter
Image-2-Artigo-2387459-1
Até 2020 Carro é o primeiro de cinco SUVs que serão lançados pela marca no mercado brasileiro
Image-0-Artigo-2387459-1
A top R-Line vem com painel de instrumentos digital de 12,3" e mm todas as versões há central multimídia de 8" sensível ao toque ( Fotos: divulgação )
Image-1-Artigo-2387459-1
Agora são 710 litros no modelo com cinco lugares (240 a mais). Com sete lugares, é 216 litros com as três fileiras e 686 litros sem os dois assentos extras

Em nova geração, o SUV Tiguan recebeu o sobrenome Allspace e uma bela repaginada nos equipamentos e no design. A motivação é brigar forte com a concorrência e, para disputa ficar mais acirrada, ainda acrescentou um item que poucos tem: a terceira fileira. Disponível em duas versões nessa configuração, a previsão é ter mais saída da intermediárias Comfortline.

O seu diferencial é ter vários elementos cromados, como parte superior do farol, grade frontal, barra de teto, frisos laterais, contorno de janelas e molduras das saídas de escapamento. Os faróis e as luzes diurnas de condução são em LED, assim como as lanternas, as rodas de 18" são de liga leve e ainda conta com câmera de ré, bancos em couro com aquecimento e assento do motorista com ajustes elétricos e três memórias de posição. Seu preço é R$ 149.990.

Quem quiser mais tecnologia de série, será preciso desembolsar R$ 30 mil a mais pela R-Line, que oferece uma lista extensa de itens extras.

Primeiro, contrário das duas primeiras versões com 1.4 TSI, o seu motor é o 2.0 TSI de 220 cv com câmbio de sete velocidades de dupla embreagem. Por fora, traz para-choque dianteiro exclusivo, com um grande elemento central em preto brilhante e entradas de ar ainda maiores. Um friso cromado na parte inferior conecta os faróis de neblina. E os luzes dianteiras vem com assistente dinâmico de farol (DLA). Toda a parte inferior é emoldurada por um friso cromado, as rodas são de 19" e a traseira tem para-choque diferenciado com aerofólio em preto brilhante.

No interior, a ambientação é toda em preto, o volante multifuncional tem base reta em couro perfurado e logo R-Line. O nome está marcado nos bancos e lá fora na grade frontal e nos para-lamas dianteiros.

Em equipamentos, destaca o reconhecimento de pedestre, os oito modos de condução, o assistente de descida, a abertura do porta-malas por um chute, o sistema de estacionamento automático, o sistema de frenagem automática pós-colisão e o controle adaptativo de velocidade de cruzeiro.

Quem dispensa os sete assentos, há uma versão mais barata de entrada por R$ 124.990.

Teste

Com quatro adultos a bordo, o motor 1.4 TSI dirigido não desapontou nas ultrapassagens e nas trocas suaves da transmissão de seis marchas de dupla embreagem. Com 150cv de potência, a promessa é um consumo médio de 7,3km/l com etanol e 10,8 km/l com gasolina.

Com relação ao espaço, até a segunda fileira nada a reclamar, ainda mais pelo ar de três zonas que deixa o clima agradável. Porém, infelizmente, os últimos bancos são para crianças. Com 1,63m, a cabeça encostou e muito no teto. Além disso, nenhum dos seis airbags chegam até lá atrás. Ponto negativo. Agora é ver como seguirá a disputa.

Ficha técnica

Motor: 1.4 TSI flex / 2.0 TSI a gasolina
Potência: 150 cv a 5.000 rpm / 220 cv a 4.300 - 6.200 rpm
Torque: 250 Nm a 1.400 - 3.500 rpm / 350 Nm a 1.600 - 4.200 rpm

O - 100km/h: 9,5 s / 6,8 s

Máxima: 198 km/h / 223 km/h
Cores: uma sólida (branco), três metálicas (vermelho, prata e cinza) e uma perolizada (preto)

Versões/preços:

Tiguan Allspace - R$ 124.990
Comfortline - R$ 149.990
R-Line - R$ 179.990

Fonte: Volkswagen Brasil

*A repórter viajou a São Paulo (SP) a convite da Volkswagen

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.