ranking

Marcas disputam posições no Brasil

Fiat está em segundo com 13% de participação (25.217 unidades vendidas), Volkswagen em terceiro, com 11,9% do mercado (23.039 emplacamentos)
00:00 · 09.10.2017
A Chevrolet mantém a liderança, com 18,2% do mercado (35.227 veículos vendidos), no forte e competitivo ranking brasileiro ( Fotos: Divulgação )

As vendas de carro cresceram por mais um mês seguido. Os emplacamentos em setembro foram 28,3% maiores que no mesmo mês do ano passado, segundo levantamento feito pela Fenabrave. Foram 168 mil unidades novas vendidas no mês.

A média diária de vendas em setembro ficou em 9.678 unidades - crescimento de 6,1% sobre o mês anterior. Otimismo em alta. Nesse mercado em forte crescimento, a Chevrolet mantém a liderança, com 18,2% do mercado (35.227 veículos vendidos), seguida da Fiat, em segundo com 13% de participação (25.217 unidades vendidas), Volkswagen em terceiro, com 11,9% do mercado (23.039 emplacamentos) e a surpresa da Renault em 4ª lugar, com 20.488 unidades emplacadas (das quais, 10.358 do Kwid - mais de 50% da venda total da marca), o que lhe rendeu 10,6% de participação de mercado.

Na quinta colocação, o outrora histórico quarto lugar, a norte-americana Ford, que ficou com 9,7% de participação. Na sexta posição, a coreana Hyundai, com 8,7%.

Logo em seguida, na sétima posição, a Toyota com 7,8%. Em seguida, outras japonesas, a Honda, com 5,0% e a Nissan, com 4,0%.

A norte-americana Jeep assumiu a décima colocação, 3,7%, ante as boas vendas do Renegade e do Compass, dois SUVs super desejados pelos brasileiros.

Bem atrás, a francesa Peugeot, com 1,2% de market share e a Mitsubishi, com 1,1%.

Premium

No segmento premium, a alemã Mercedes-Benz liderou em setembro, com 2.190 carros vendidos no Brasil. Na segunda posição, a Audi, com 833 unidades. Já a BMW ficou na terceira posição, com 798 carros emplacados. A inglesa Land Rover ficou em quarto. Na quinta posição, a sueca Volvo, com 305 veículos.

Já outra inglesa, a Mini, ficou na sexta posição, com 130 carros. Outra alemã, a Porsche, continua a crescer no Brasil em ficou em sétimo no competitivo mercado premium, com 109 unidades, seguido pela Jaguar, com 80 carros vendidos.

Dodge (66), Subaru (63) e Lexus (49), completam o pilotão da marcas de luxo mais vendidas do Brasil.

O que se observa nesse segmento em setembro é a distância grande entre as vendas da Mercedes frente as outras alemãs. A marca continua a emplacar bem a GLA e seu sedan Classe C, o que tem distanciado ela das rivais, e que deve levar a marca a ser a líder no Brasil em 2017.

FIQUE POR DENTRO

Brasil deve permanecer entre os 10

O Brasil encerrou 2016 com o pior resultado entre os 10 maiores mercados de automóveis no mundo. Com 1.986.436 unidades vendidas no ano passado, o país teve queda de 19,8% em relação ao total de 2.476.965 carros registradas em 2015. Com esse resultado, o Brasil escorregou da sétima para a nona posição do ranking.

Já a liderança do mercado global de veículos, seguiu com a China, com um mercado gigante de 25,5 milhões de automóveis. No ano passado, as vendas ainda tiveram um crescimento de 14,1%. Os Estados Unidos, por sua vez, continuaram na segunda colocação, também com alta de 0,4% que somou 17,5 milhões de unidades. Em terceiro lugar o Japão.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.