Matéria-582797

Memória da Garagem

contato@diariodonordeste.com.br

01:22 · 22.10.2008
Chevrolet 1949

O advogado e comerciante Wellington Soares e Silva – um dos fundadores do Clube de Automóveis Antigos do Ceará (CAAC) e do Museu do Automóvel do Ceará (MAC) – é um aficionado por veículos antigos. Tanto que em seu sítio, situado às margens da avenida que leva o nome de seu pai, Washington Soares, mantém nove preciosidades sobre quatro rodas em perfeito estado de conservação. Mas seu xodó é um belíssimo Chevrolet Sedan, fabricado em 1949, de cor vinho, idêntico ao primeiro carro que possuiu em sua vida, em meados da década de 50 e com o qual seguia para colégio e para as festinhas, quando tinha 20 anos.

Encontro

Acontecerá próximo dia 1 (sábado) o 38ª Encontro de Carros Antigos de Fortaleza, no estacionamento da Newland da Washington Soares, às 14h. Na ocasião será comemorado os 40 Anos do Opala.

Resgate do Opala

Os Flashbacker promovem a iniciativa e aproveitam para revelar algumas curiosidades do carro. Confortável e com bom desempenho, o carrão produzido pela GM por mais de duas décadas fez a cabeça de gerações e ainda hoje acelera corações. A denominação veio da pedra preciosa, mas também da fusão dos conceitos do Opel alemão e do Impala americano. A produção foi encerrada em 16 de abril de 1992, com 1 milhão de Opala e 300 mil Caravan.

Resgate do Opala II

Quando o Opala saiu de linha, seus fãs organizaram uma carreata e passaram buzinando, em sinal de protesto, em frente à portaria principal da General Motors, na Avenida Goiás, em São Paulo, São Caetano do Sul. O Opala teve participações especiais em vários filmes e novelas brasileiras, tais como: “Prova de Vida”, “Carandiru”, “Mulheres de Areia”, “A Próxima Vítima”, “Marissol” e “Pátria Minha”.

Versão Comodoro

O Comodoro talvez tenha sido o modelo que melhor sintetizou as três características que tornaram famosos os automóveis da Chevrolet: beleza, conforto e economia. Em 16 de abril de 1992, a GM comemorou a fabricação de 1 milhão de Opalas e anunciou o fim da sua produção. As duas últimas unidades foram um Diplomata automático e uma ambulância Caravan.

Fim da história

Para o encerramento da produção foi lançada a série especial Diplomata Collector, 200 unidades, que vinha acompanhada de um certificado, uma fita de vídeo com a cronologia do Opala, as chaves banhadas em Ouro. No lugar dos logotipos Diplomata, na traseira e no volante, vinha um logotipo com a palavra Collector.

Puma

O Puma Clube do Brasil - Seção Ceará, diversifica suas reuniões, que acontecem sempre às quintas-feiras, às 20h, no estacionamento da loja Ponto da Moda, na Av. Dom Luis. Agora, nas 2ªs e 4ªs quintas-feiras do mês, acontece a exposição dos carros até a meia noite, com música e explicações sobre os carros por membros do Clube.

Puma II

E nas outras quintas-feiras, eles se reúnem no mesmo local, de onde saem às 21h em passeio pelas principais ruas da cidade. Atualmente, o Puma Clube do Brasil – Seção Ceará conta com 35 integrantes. O Puma é um dos mais belos projetos brasileiros de carros esportivos em toda a história da indústria nacional. Informações: 0xx85-9101-6500 (horário comercial).

Ônibus antigos

O Memorial da América Latina em São Paulo será palco da exposição “Viver, Ver, Rever - Reencontrando nos ônibus as boas recordações”, iniciativa do I Clube do Ônibus Antigo Brasileiro, dias 13 e 14 de dezembro. O patrocínio é da Mercedes-Benz. Exemplares raros estarão expostos numa iniciativa que vale a pena prestigiar e conferir, afinal faz parte de nosso passado.

André Marinho

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.