Dicas

Atenção redobrada em estradas estrangeiras

Antecedência e planejamento de roteiro são as palavras-chaves na locação de veículos no exterior. Confira as principais orientações antes de contratar, do estilo do carro ao tipo de serviço solicitado

00:00 · 11.06.2018 por Camila Marcelo - Repórter

O exterior foi definido como o seu próximo destino nas férias? Se alugar um carro está nos seus planos, não deixe para última hora, incluindo em sua programação junto a definição das passagens e dos hotéis, câmbio do dinheiro, compra do seguro viagem e arrumação das malas.

Locar um veículo de supetão pode dar certo, porém pode implicar em um modelo aquém do desejado ou maior que o necessário e, na sua maioria, sempre mais caro que planejado. Assim como tudo na viagem, é importante antecedência, para conseguir fechar no melhor preço um modelo adequado ao seu roteiro. Então, antes de escolher, tenha em mente qual será a finalidade do aluguel.

Se ele servirá para ir ao aeroporto e fazer viagens entre cidades, estados ou países, onde haverá necessidade de transporte de malas, então um utilitário esportivo, uma perua ou uma minivan devem ser as categorias visadas. O espaço interno é a prioridade. E, mesmo sem mudanças de hotéis, caso a família ou o grupo de amigos seja grande, o tamanho ainda conta, mas a dica é ser sete lugares.

Com um grupo menor e para rodar apenas dentro da cidade, a variedade é maior nos EUA. E, na Europa, é melhor que esse seja mesmo o seu perfil. Os automóveis lá costumam ser menores e, se fizer muita questão de uma transmissão automática, é essencial agendar pelo baixo volume de frota com esse câmbio.

Mas, uma ressalva: antecipar não dá garantias de que, no dia, o carro esteja disponível, no entanto, ao menos garante o preço baixo e uma prioridade para conseguir o item desejado.

"Por mais que se programe, sempre tem imprevistos. Quando cheguei para pegar o veículo no aeroporto na Itália não era o que tinha alugado. Então, peguei um inferior. Éramos cinco, teve problemas por conta da bagagem", relembra a viajante Luiza Sobral, que há 20 anos explora diferentes países ao volante.

Uma curiosidade: em alguns sites de reserva, quanto maior a duração, mais em conta é o valor da diária, e o viajante tem a vantagem de parcelar em reais e sem a cobrança de IOF.

E antes de embarcar, reserve um valor no cartão para a franquia exigida e confirme os documentos exigidos em cada localidade. A idade mínima varia entre 21 e 25 anos para assumir a direção, dependendo do destino e de cada locadora também.

Outro detalhe está na Permissão Internacional para Dirigir, a PID. Em alguns lugares, como a Europa, o documento é requisitado, o qual é basicamente uma tradução da habilitação. Por isso, tenha válido: PID, passaporte e CNH para evitar problemas. As informações para emissão da PID constam no site do Departamento Estadual de Trânsito.

Recebimento

Ao pegar o carro, independente do país visitado, é importante fazer um check-list junto ao funcionário da locadora e reparar se existem danos na lataria, o estado do estepe e condições da carroceria, como se foi entregue com o tanque cheio, funcionamento dos faróis, manual e também pergunte sobre dúvidas do modelo do carro.

Por segurança, faça fotos para servir como provas na entrega e dê a mesma atenção durante a devolução. E, no quesito gasolina, é melhor já abastecer. Caso não faça, a locadora cobrará um valor mais caro do que se você mesmo abastecesse. Então, não tenha preguiça nesse quesito.

Roteiro

Se o plano é viajar entre países ou cidades, veja quais os valores se for deixar em uma locadora diferente. Em muitas locadoras, é preciso pagar uma taxa de devolução para entregar em outro local.

Além disso, estude e analise o mapa tendo em vista abastecimento, pontos turísticos pelo caminho, quais vias contam com pedágios (e os preços), se os hotéis têm estacionamento na diária e a se a cidade permite entrada de carro. "Eu tinha feito uma reserva em uma cidadezinha na Toscana que para entrar com o automóvel, dentro das muralhas, tinha de ter uma permissão da prefeitura para poder entrar", pontua Luiza Sobral.

Não dispense também o uso de GPS ou de um chip internacional do celular para recorrer aos aplicativos de navegação. Se o mapa falhar, sempre funciona pedir informações a moradores locais, mesmo que seja por mímicas.

Para uma maior segurança, pesquise sobre as leis de trânsito, tipos de estacionamentos e vias, desenhos de placas e outras curiosidades do local visitado, para não infringir as regras e ainda gastar com multas. Geralmente, as páginas oficiais de turismo ou do governo contam com as informações e os conselhos de condução para turistas. Depois dessas recomendações, agora é só planejar o próximo destino.

5 dicas

Já sabe que vai viajar de carro? Então fique atento às seguintes orientações:

1 - Reserve com antecedência

É o ideal para conseguir tarifas melhores (ou promocionais) e não correr o risco de chegar ao destino e não ter veículo disponível ou o modelo que você deseja

2 - Dê preferência à locação com Proteções e Seguros

É recomendável ter seguro que cubra roubo, furto e colisão do veículo alugado e incluir, ainda, a extensão contra danos causados a terceiros

3 - Quilometragem Livre

Para ter mais liberdade de mudar o roteiro, sem se preocupar com custos adicionais, vale investir e optar pelas diárias com quilometragem livre

4 - Categoria dos carros

Antes da reserva é importante levar alguns pontos em consideração como, por exemplo, quantidade de passageiros, necessidade de espaço para malas, tipos de estradas que vai percorrer, etc

5 - Reserve o limite da franquia no seu cartão de crédito internacional

Para alugar um carro fora do país, no momento da retirada é necessário apresentar um cartão de crédito internacional para a locadora bloquear o valor da franquia. O bloqueio de um valor caução funciona como garantia do pagamento de taxas extras, como avarias no veículo alugado ou infrações de trânsito, por exemplo. O valor só será debitado do cartão caso seja comprovada a necessidade

(Fonte: Submarino Viagens)

Destinos

Quer embarcar em um passeio diferente? Confira três países fora do tradicional para percorrer de carro:

Croácia

Ela chama atenção pela rica herança cultural, que pode ser vista e sentida em um simples passeio pelas ruas da capital, Zagreb, ou nos diversos museus espalhados pela cidade. A tonalidade quase que cristalina do Mar Adriático, que banha toda a costa croata, também atrai turistas. É, inclusive, um dos motivos que fazem da Croácia um dos hits europeus. Experimente alugar um carro em Zagreb e partir rumo ao sul do país, onde se situam as belas cidades de Split e Dubrovnik, cenário de gravação de Game Of Thrones

Filipinas

É um simpático arquipélago de sete mil ilhas situado no sudeste asiático. Com clima tropical, ele se destaca pelas belezas naturais. Surf e mergulho são atividades bastante comuns na região. Se você gosta de surfar, não deixe de visitar a ilha Siargao, no sudeste do país. Na capital, Manila, alugue um carro e reserve um tempinho para visitar o Vulcão Taal, que fica a apenas 50km.

Madagascar

Banhada pelo Oceano Índico, é um verdadeiro paraíso aos apaixonados pela biodiversidade, já que 80% das espécies animais são nativas da região, como o famoso lêmure. O melhor lugar para ter contato com esses simpáticos bichinhos é a Ilha dos Lêmures, em uma das 47 reservas florestais espalhadas pela ilha de Madagascar. O local fica a apenas 3 horas de carro da capital, Antananarivo. O local oferece lindas praias, como a Mar de Esmeralda.

(Fonte: Rentcars.com)

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.