Novos ares

Ter criatividade para prosperar na economia criativa é fundamental. No entanto, por vezes, mais do que talento, é preciso se reinventar, buscar novos caminhos e até descobrir novas habilidades para sobreviver no mercado. É o caso do desenhista Paulo Jackson.