Invenção cearense

“Como ninguém nunca pensou nisso antes?”