Problema incômodo

Saiba o que fazer se o mofo aparecer em sua casa.

mofo

Nas regiões mais frias do País, a preocupação com o aparecimento do mofo é frequente. Mas, mesmo em cidades quentes como Fortaleza, o bolor costuma aparecer em lugares úmidos, com pouca ventilação e luminosidade. As paredes da casa, os guarda-roupas e os armários podem facilmente ser alvos de mofo,
se alguns cuidados não forem tomados. Conheça algumas precauções para evitar esse problema em sua casa.

Ambientes saudáveis
“Os espaços próximos às áreas molhadas, como os banheiros,  por exemplo, são mais suscetíveis ao surgimentodo mofo”, aponta a personal organizer Willy Neves. Ela explica que, no caso das paredes, onde o mofo é muito constante, o ideal é lixar todo o revestimento, no tijolo passar o impermeabilizante e aí  então passar a tinta. “Outra saída é limpar a área afetada com a mistura de água com água sanitária, sendo a proporção de um para um, sob a mancha na parede, e repetir quantas vezes forem necessárias, não esquecendo de utilizar uma bucha para remover os fungos mortos. Se possível, manter os móveis afastados da parede pelo menos 5 cm de distância”, ensina a especialista.
Colocar uma fina folha de isopor entre a parede e o móvel é mais uma sugestão da profissional para evitar o mofo nas paredes. No interior dos móveis, a dica é fazer a limpeza com vinagre de álcool branco. “Para isso, é necessário retirar tudo do local, borrifar vinagre de álcool com um pano e retirar as peças que também apresentem mofo para limpá-las”, acrescenta Willy Neves.

Local arejado
Manter roupa úmida no guarda-roupa ou deixá-la por muito tempo armazenada, longe de lugares arejados, é uma das formas mais prováveis de criar mofo nas peças. Outro erro é colocar peças de vestuário em sacos plásticos. “O plástico não deixa a roupa respirar. Um erro muito frequente é deixar as roupas lavadas em lavanderia com aquele plástico, que é usado apenas para o transporte. As pessoas costumam deixá-lo achando que estão protegendo as peças”, observa
Willy Neves.
Quando a peça já está mofada, uma receita simples que pode ser usada é a mistura de um litro de água sanitária com uma xícara de açúcar. “Deixe de molho por uns 20 minutinhos e o mofo vai desaparecer. Depois, é só lavar a peça normalmente. Essa mistura pode ser usada em roupas coloridas, sem medo de danificar a peça”, garante a personal organizer. “Outra receita é aplicar vinagre de álcool branco sobre a mancha e esfregá-la com um pano úmido. Depois, é só lavar
normalmente”, completa.
De acordo com Willy Neves, o limão também pode ser utilizado para retirar o mofo. “Bastar pingar algumas gotas sobre a mancha e deixar secar ao Sol. Esse mesmo processo pode ser feito com o leite”, sugere. Outra opção para retirar as manchas de mofo nas roupas é o bicarbonato de sódio: é só misturar uma colher de chá do produto com um litro de água e levar a mistura para ferver junto com a roupa. Em seguida, lave-a normalmente. “Para peças de couro, sugiro limpar com vinagre de álcool branco e depois hidratar o couro com óleo corporal. Para finalizar, retire o excesso com um pano macio”, indica a profissional.

Como evitar
A dica da personal organizer Willy Neves para evitar o bolor nos espaços onde ele se prolifera com facilidade é deixar portas de armários e guarda-roupas abertas diariamente por 15 minutos para que circule o ar e a luz. Ela recomenda uma limpeza geral a cada três meses. 
Alguns produtos ajudam a absorver a umidade. “Uma alternativa paliativa é colocar giz escolar em saquinhos de organza e espalhar pelos armários ou pendurar nos cabides das roupas”, diz. 
Sal grosso também pode ser utilizado. “Coloque-o em pequenos potes e espalhe pelo local. Carvão também retém a umidade, basta colocá-lo em pequenas porções e espalhar pelos armários, mas tenha cuidado para não encostá-lo nas roupas”, alerta.
A sílica de gel e o cloreto de cálcio também são utilizados para reter a umidade de ambientes fechados. Ambos evitam o mofo e fungos que favorecem o aparecimento de traças, mau cheiro e danos em documentos. Bolinhas de cedro ou serragem também são utilizadas. “Faça saquinhos de tecido e coloque
folhas de louro, cravo e lavanda seca. Os sachês devem ser trocados a cada 30 dias”, recomenda Willy Neves.
Lembrando que um armário abarrotado de roupas é mais propício para a instalação do mofo. Uma boa alternativa pode ser se desapegar de algumas peças, deixando o espaço mais fluido.