Viagem no tempo na Colônia del Sacramento

Aos amantes do antigomobilismo, a dica é conhecer no feriado o Museu Car com 18 veículos em exposição

Para curtir o feriado de 7 de setembro, a dica é embarcar para  Colônia del Sacramento, no Uruguai. Localizada a 19 quilômetros da charmosa cidade, no meio do campo, está o Museu Cars. 
 
Idealizada pelo argentino aposentado Manuel Arslanian Ipekdjian (74), o projeto tomou forma lentamente, materializando-se há menos de um ano. Manuel comprou um terreno na Rota 1 em um lugar onde não havia nada e fez as estradas, a eletricidade, o telefone e construiu uma pequena casa.
 
O museu atualmente, conta com 18 carros em exposição, uma coleção de 24 mil fotos de automóveis de todos os modelos e 12 dos carros antigos estão sendo restaurados. O mais antigo em exposição é um Dodge de 1924 e o mais exótico é um Buick de 1929, que levou nove anos e meio para ser restaurado. Todos os veículos foram e são restaurados com as peças originais.
 
E a forma de exibição é inusitada, uma vez que ele decidiu recriar uma rua de instalações comerciais antigas, que abrigam exposições temáticas específicas. O visitante pode fazer compras em torno de uma barbearia, um consultório médico, uma farmácia, sentindo-se em 1913. A caminhada é complementada por um espaço natural de dois hectares com exposição de tratores e carros antigos; máquinas agrícolas e uma máquina a vapor de 1890. A cem metros do armazém, há também uma mercearia, com capacidade para 26 pessoas. Este espaço não é de acesso público, mas pode ser contratado para eventos.
 
Playground para crianças e uma lanchonete completam os serviços oferecidos por este lugar que seu dono define como mágico. "Isso foi feito para o prazer e o prazer de todos, acho que contribuímos com algo para a cultura geral do Uruguai, eles vão descobrir coisas incomuns", diz Manuel.