Neblina na pista? Confira como proceder

Especialista dá orientações das medidas a serem tomadas na estrada com baixa visibilidade

neblina
Em caso de neblina, aumente a distância segura do veículo à frente e oriente-se pelas linhas laterais da pista Foto: VC Repórter
O motorista que vai pegar a estrada precisa ficar atento às condições meteorológicas. A presença de neblina, por exemplo, pede reforço da atenção para quem está ao volante. Nessas condições, a visibilidade fica extremamente reduzida e aumentam os riscos de acidente. 
 
Segundo Marcelo Gama, instrutor do Sest Senat São Vicente, primeiro o motorista deve manter a calma, reduzir a velocidade, aumentar a distância do veículo à frente e acender os faróis baixos com os faróis de neblina, caso o veículo conte com essa opção. "Nunca acione os faróis alto. Eles só reduzem a visibilidade pelo reflexo da luz e pioram a dirigibilidade nessas condições", explica. 
 
Além disso, a dica é também orientar-se pelas linhas laterais da pista e ligar o sistema de ventilação interno. Fora, claro, sempre usar o cinto de segurança.
 
O instrutor alerta ainda para os casos em que a neblina estiver muito intensa. Nessa situação, o melhor é encontrar um lugar seguro até que as condições atmosféricas melhorem, pois a mesma visão que faltar a um condutor faltará a outro no mesmo trajeto ou em faixa contrária. 
 
"O motorista só não deve parar no acostamento e ligar o pisca-alerta. Essa atitude só tende a aumentar os riscos de colisão", aponta Gama. 
Para enfrentar uma estrada com neblina, é muito importante que os equipamentos do veículo estejam funcionando corretamente, como faróis, limpador de para-brisa, entre outros. 
 
A regulagem do farol baixo, por exemplo, sofre uma inclinação de pelo menos 2,5 graus quando o veículo está carregado, transformando o faixo baixo em farol alto. O instrutor ressalta que o motorista não pode ser surpreendido e não ter condições mínimas para dirigir. “Por isso, é sempre importante fazer uma revisão antes de qualquer viagem", completa.