Jipe valente

Com bom preço e econômico, Suzuki Jimny é o 4x4 ideal para entrar neste mundo.

jimny

Quer entrar no fantástico mundo off-road mas não quer gastar muito? Sua primeira opção deve ser o Jimny. Com mecânica japonesa – isso quer dizer que praticamente não quebra –, quatro versões e bom preço, o jipinho faz sucesso no Brasil e vai ganhar ano que vem, no segundo semestre, versões importadas
mais completas e com opção também de câmbio automático.
Testamos a versão 4Sport montada no Brasil, em Catalão (GO). O motor é resistente e valente, com quatro cilindros, 1.3, com 85 cv de potência. O câmbio é
manual, com cinco velocidades. Na cidade, no modo 2WD (tração traseira), o jipinho mostra uma desenvoltura digna de carro urbano.
A potência e o torque dão conta do recado (o motor de alumínio tem comando de válvulas variável), a posição de dirigir (bem alta) é muito boa, a visibilidade
agrada, os bancos são confortáveis e o nível de ruído, pequeno. O Jimny reúne a agilidade de um subcompacto com a robustez de um SUV.
Em relação ao espaço interno, é bom para quatro adultos e existem opções com bancos em tecido ou em couro. O porta-malas é pequeno, apenas 113 litros, mas
resolve se a viagem não for longa e as malas não forem tão grandes. 
Os engates de marcha são simples e fáceis, e os comandos estão todos na mão. Além do que já escrevi, outro grande atrativo do Jimny é seu preço: não existe outro “jipinho” 4×4 tão em conta. Com preço a partir de R$ 69.990, ele também tem ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos, rádio AM/FM, CD player
com MP3, USB e bluetooth. Mas o verdadeiro lugar do Jimny não é a sua garagem, é o fora-de-estrada. Nisso ele dá um show.
Seu sistema 4×4 é acionado por três botões no painel e permite até 15 combinações de marcha: além do 2WD (melhor para rodar na cidade), ele tem o modo  4WD com tração nas quatro rodas e 4WD-L, reduzida, que dobra o torque e faz o carro encarar diversos obstáculos. O modo de tração pode ser modificado com
o carro rodando até 100 km/h. As suspensões são independentes. O Suzuki Jimny não é feito de fibra e tem uma carroceria que lhe dá segurança. Outros itens importantes são as barras de proteção laterais, a coluna de direção retrátil em caso de colisão e os encostos de cabeça ajustáveis para os quatro ocupantes.
Aliado a tudo isso, o consumo aferido é excelente. Na estrada, faz média de 12,1 km/litro. Na cidade, faz mais de 10 km/litro. O jipinho valente quer a sua garagem, mas não quer ficar estático por lá e adora trilhas. Bom de bolso, bom na cidade e excelente na areia, vai ser um excelente companheiro de aventuras.

Ficha Técnica
Motor: 
1.3 l, gasolina, 16 válvulas
Potência: 85 cv a 6.000 rpm
Câmbio: Manual, 5 velocidades
Tração: 4x2, 4x4, 4x4 com reduzida
Direção: hidráulica
Tanque: 40 litros
Porta-malas: 113 litros
Consumo: 12,1 km/l (Estrada)

Preços
4Work: R$ 69.990
4All: R$ 70.990
4Work off road: R$ 77.990
Desert: R$ 85.990
(Fonte: Suzuki Sol)