Freios: todo cuidado é pouco

Conheça dicas para a manutenção do sistema de frenagem do seu carro.

freios

O sistema de freios é fundamental para a segurança do motorista e dos demais ocupantes, pois tem a função de minimizar a incidência de falhas. Para garantir o seu correto funcionamento, confira algumas dicas e cuidados com o sistema de freios.
Os cuidados com o sistema de freios reduzem o risco de acidentes e a manutenção deve contemplar pastilhas, lonas, discos e tambores. Prolongar a vida útil
desse sistema que salva vidas não é tão difícil.
Frenagens bruscas aumentam a chance de empenamento do disco e fazem com que os freios se desgastem mais rapidamente. Por isso, a dica é manter a atenção no trânsito e na direção para frear de forma mais sutil.
Quando estiver em declives, mantenha o veículo engrenado. Essa prática limita a aceleração do veículo, alivia os freios e também diminui o consumo de gasolina.
É bom verificar sempre como está o nível do fluido de freio. Ele é um óleo sintético que circula pela tubulação do sistema e transmite a pressão que aciona as lonas e pastilhas contra os tambores e os discos dentro do funcionamento do sistema de freios.
Esse óleo deve ser verificado semanalmente e, dependendo do modelo do veículo, recomenda-se que a substituição total seja feita anualmente ou a cada 10.000 km rodados. 
Um dos cuidados com o sistema de freios deve ser durante frenagens mais fortes e trajetos com subida ou descida acentuada. Se uma luz acender ou a luz
do freio de mão no painel piscar, é sinal de que as pastilhas estão bem gastas, próximas de acabar ou que há algum vazamento do fluido de freio.
Caso seja necessário trocar as pastilhas, a recomendação é verificar se é necessário substituir também os discos.

Dicas
1) Evite freadas bruscas e observe se o carro tem um chiado ao frear. Pode ser preciso adicionar fluido de freio ou trocar os discos.
2) Veja as luzes no painel do veículo. Se uma luz acender ou a luz do freio de mão no painel piscar, é sinal de que as pastilhas estão bem gastas, próximas de 
acabar ou que há algum vazamento do fluido de freio. 
3) Evite a “banguela”. Quando estiver em declives, mantenha o veículo engrenado. Essa prática limita a aceleração do veículo, alivia os freios e também diminui
o consumo de gasolina. 
4) O fluido do freio deve ser trocado a cada 10 mil km ou anualmente.

Saiba mais
Fique atento aos sinais de que há problemas nos freios do seu veículo. Alguns sintomas que podem indicar falhas são:
. Chiado ao frear;
. Necessidade de adicionar fluido de freio constantemente em curto espaço de tempo;
. Falta de potência nos freios;
. Luzes no painel.
Além dessas dicas, faça a manutenção em oficinas especializadas e siga o prazo indicado pelo manual do fabricante. Com isso, os acidentes vão estar bem longe de você e de sua família.