Carro de família

Testamos a Chevrolet Spin, com capacidade para sete lugares. Crossover mudou visual e atualizou motor e câmbio

spin

A mítica praia de Itapuã, em Salvador, na Bahia, foi o cenário do test drive com dois modelos da nova Chevrolet Spin, ambos com capacidade para sete lugares, as versões Activ e LTZ. De cara, o amplo espaço interno e a excelente posição de dirigir e a visibilidade agradam. E se sua família é grande, com mais de três filhos, o custo-benefício da Spin é imbatível.
Ela é equipada com o recém-atualizado motor Flex 1.8 ECO de até 111 cavalos de potência e 17,7 kgfm de torque e transmissão automática ou manual de seis marchas. O conjunto motriz também foi refinado na linha 2019 para o funcionamento suave.
A nova calibração da transmissão automática deixou as trocas de marcha mais lineares e quase imperceptíveis, aproveitando o alto torque do motor. O resultado
se reflete também no desempenho do carro no dia a dia, com melhora de aproximadamente até 1 segundo nas provas de arrancada e retomada de velocidade.
A Spin Activ7 acelera de 0 a 100 km/h em até 11,3 segundos e de 80 a 120 km/h em até 9,7 segundos, enquanto o consumo urbano é de 10,3 km/l (G) e 7,0 km/l (E) e o consumo rodoviário é de 12,0 km/l (G) e 8,3 km/l (E), de acordo com dados do Inmetro.
Contribuem também para esse resultado a sexta marcha e a grade ativa do radiador, tecnologia exclusiva da Chevrolet na categoria. O sistema abre e fecha 
automaticamente a grade posterior frontal de acordo com as condições de velocidade do veículo e a necessidade de refrigeração do motor. Quando fechada,
há redução do arrasto do ar e melhora da aerodinâmica. Já a Spin LTZ (câmbio mecânico), por exemplo, acelera de 0 a 100 km/h em até 10,2 segundos e 
de 80 a 120 km/h em até 11,7 segundos, enquanto o consumo urbano é de 10,4 km/l (G) e 7,8 km/l (E) e o consumo rodoviário é de 13,2 km/l (G) e 9,0 km/l (E).
A Spin se destaca pelo design mais elegante, com evoluções perceptíveis de todos os ângulos e em sintonia com a nova família de crossovers da Chevrolet pelo mundo. 
O capô ganha maior inclinação, privilegiando também a aerodinâmica. Os faróis mais afilados e com opção de luz de condução diurna em LED ajudam a criar um 
aspecto tecnológico, em harmonia com os inéditos contornos do para-choque.
A traseira também foi totalmente remodelada. O carro agora traz um aerofólio esculpido na parte superior da tampa, que ganhou janela com contornos mais envolventes, nicho central para a fixação da placa e lanternas mais alongadas e bipartidas, como na maioria dos utilitários esportivos urbanos.
Diferentes materiais, linhas e acabamentos ajudam a fortalecer a personalidade de cada uma das versões. Enquanto a versão Activ traz um visual marcante e aventureiro, o modelo de luxo LTZ valoriza o requinte com cromados na moldura da grade frontal, no inédito friso traseiro e nas rodas de 16” com acabamento exclusivo. 
Se o maior diferencial do Spin frente a concorrentes na mesma faixa de preço vinha sendo o amplo espaço para ocupantes e bagagens, o novo modelo vai além ao acrescentar refinamento, conforto, segurança, conectividade e, principalmente, versatilidade à fórmula.
O carro estreia com a segunda fileira de bancos corrediço. Por ser montado sobre trilhos, a peça pode ser movimentada 5 centímetros para frente ou 6  centímetros para trás no intuito de redistribuir melhor os espaços conforme a necessidade do usuário. O encosto também tem inclinação ajustável. 
Para maior segurança, está sendo acrescentado à linha 2019 pontos de ancoragem para cadeirinhas infantil do tipo Isofix e Top Tether além do quinto apoio de  cabeça e cinto de segurança de três pontos no assento central. Lanternas de neblina, ajuste de altura dos faróis e luzes indicadoras de direção lateral somam-se a esta lista. 
Outra novidade é a opção da terceira fileira de bancos para a versão aventureira do Spin, denominada Activ7, em referência ao número máximo de ocupantes que o veículo pode transportar. Os dois assentos extras podem ser rebatidos para ampliar o volume de carga.
Nas configurações de cinco lugares do Novo Spin o porta-malas de 710 litros pode chegar a 756 litros com a segunda fileira de bancos toda avançada, quase o dobro da capacidade ante alguns rivais.
Além disso, a parte traseira do encosto dos bancos do motorista e do carona foi redesenhada a fim de ampliar em mais 2,6 centímetros o vão até a segunda 
fileira de assentos. 
A impressão que fica é de bom desempenho do conjunto motor e câmbio, além de espaço interno invejável. Falta testar a Spin com o carro ocupado com sete
lugares e bagagem para avaliar seu desempenho com muito peso. Mas se tem família grande, pense na Spin.


Ficha Técnica
Motor: 1.8 flex
Potência: 111cv
Torque: 17,7 kgfm
Câmbio: automático, seis velocidades
Consumo: 10,3 km/l (cidade) e 12,0 km/l (estrada)
Preço: R$ 82.790 (em média)