Newland faz ação com Prius no Parque do Cocó

Com proposta de baixa emissão de poluentes e de alta eficiência de combustível, nada mais apropriado para reapresentar o Toyota Prius aos fortalezenses do que usar o Parque do Cocó como cenário de test-drive.

O objetivo da Newland, concessionária da marca em Fortaleza, era ir ao encontro de seu cliente em potencial e explicar sobre a tecnologia híbrida, ainda desconhecida por alguns. "A intenção era mostrar que existe hoje, já à mão, veículos que têm toda uma tendência ecológica, menos poluente", acrescenta Ronaldo Munhoz, superintendente do Grupo Newland.

Com o nome na lista, o estudante Lucas Nery foi um dos que aproveitaram a inesperada oportunidade de testar o Prius fora da autorizada. Dentro do carro, admirou-se primeiramente com o design, a começar pela manopla do câmbio em forma de joystick. Pequena e discreta, logo abaixo do controle do ar-condicionado, dá mais espaço para armazenamento na área central entre motorista e passageiro. Ela não indica a marcha escolhida, para auxiliar, basta olhar no painel de instrumentos digital, o qual segue o estilo do Etios (no centro), que sinaliza quando está no Neutro, Drive, Ré ou Parking.

Um item curioso para ele foi o freio de estacionamento que, ao contrário de ser de mão, fica posicionado como pedal. O silêncio a bordo também chamou a atenção do Lucas. "Eu achei bem confortável, pouco ruído, acho que é o carro do futuro mesmo", destaca. Quem ainda ficou impressionada com a acústica foi a auxiliar de RH, Otávia Alves, que resolveu tirar alguns minutos para o teste. "Ele não é como os outros carros que a gente ouve o barulho do motor. O design também é muito chamativo. Adorei mesmo", completa.

No geral, dentre as principais dúvidas, de acordo com a consultora de vendas na Newland, Samya Nobre, a qual acompanhou parte dos testes, estavam a diferença do elétrico e híbrido, além de como o Prius tem frenagem regenerativa, não sendo preciso carregar na tomada.

"É o primeiro carro do mundo que nasceu híbrido. O motor dele a combustão tem 98cv de potência e o elétrico 72 cv, juntando dá 123 cv. A emissão de poluentes dele é praticamente zero. O sistema de som da gente é o JBL", explica Tatiana Jucá durante o teste com o Lucas.

Além de espaço interno e conforto nos bancos, o condutor ainda dispõe de 412 litros de porta-malas. Outra vantagem é o consumo, de 18,9 km/l na cidade e uma autonomia combinada de mais de 800km no ciclo urbano.

E depois de conhecer o carro, 50 mudas foram separadas para os participantes plantarem no Parque. Então, fora a baixa emissão de poluentes, cada motorista ajudou plantando ainda uma muda de Bougainville no entorno do Cocó.

"A Newland já prepara outras ações que levarão ao público uma melhor percepção dos seus veículos híbridos, sempre convidando as pessoas a um exercício de cuidado com nossa cidade e espaços", destaca. Quem perdeu o teste pode dirigir o híbrido de segunda a sábado na própria concessionária. É só chegar e sentir o conforto de estar em um Prius.

Ficha técnica

Motor: 1.8 litros a gasolina / motor elétrico

Potência: 98 cv a 5.200 rpm/ 72 cv (elétrico) / 123 cv (combinada)

Torque: 14,2 kgfm a 3.600 rpm / 16,6 kgfm

Câmbio: CVT

Consumo: 18,9 km/l na cidade e 17 km/l na estrada

Preço: R$ 128.350

Fonte: Toyota Newland

Mais informações:

Newland

Av. Washington Soares, 1550

Bairro: Luciano Cavalcante

Tel.: (85) 4005-1400

Http://www.Newland.Com.Br/