Nave ou SUV? Conheça o Lexus RX 350

A divisão de luxo da Toyota tem modelos futuristas em sua linha; é o caso do RX 350 F Sport que testamos durante quatro dias em Fortaleza

Auto

Durante quatro dias testamos o modelo top de linha: RX 350 F Sport. Ele possui motorização V6 de 3.5L a gasolina com sistema de injeção direta D-4S, que rende 305 cv de potência e 38 kgfm de torque, transmissão automática de oito velocidades e média combinada de consumo de combustível de 8,5 km/l.

O interior do RX 350 F-Sport foi concebido para harmonizar com o seu temperamento esportivo. Nele, encontram-se itens exclusivos, como pedais em alumínio, paddle shift, volante esportivo de três raios e que traz a logomarca F-Sport, teto solar panorâmico retrátil e carregador de celular sem fio e head up display.

O exterior do veículo também possui exclusividades, como a grade frontal diferenciada em formato de colmeia, revestimento dos retrovisores na cor preta, spoiler na parte inferior e protetor inferior cromado com acabamento acetinado e design diferenciado das rodas de 20 polegadas.

O SUV conta com 10 airbags; cintos de segurança dianteiros de três pontos com regulagem de altura e com pré-tensionador e limitador de força; sensor de chuva; sensores de estacionamento dianteiros e traseiros; câmera de ré e sistema ISOFIX.

O RX 300 F-Sport tem ainda os seguintes sistema de segurança ativa: freios ABS com distribuição eletrônica, assistente de frenagens emergenciais, controle eletrônico de tração, controle de estabilidade e assistente de subida. Com 4,89 metros de comprimento, o RX 350 concorre diretamente com outros SUVs grandalhões e com preço na faixa dos R$ 400.000, como o Jaguar F-Pace e o consagrado Porsche Cayenne.

A Lexus vende o modelo em duas versões de acabamento: a de entrada, chamada apenas de RX 350 V6 e a F Sport.

Com a virada de geração, o motor V6 3.5 foi atualizado e passou de 277 cv de potência máxima para os atuais 305 cv.

O câmbio automático de oito marchas (que foi reprogramado) e um sistema de tração integral (ativado por meio de um seletor giratório no console central) fazem parte do pacote de mudanças técnicas. Quer fazer trilhas? Nele você pode.

Qualidade do acabamento e dos materiais está no nível de Porsche e Mercedes. Na lista dos principais itens de conforto, bancos dianteiros com ajuste elétrico, aquecimento, ventilação e memória, volante com assistência e ajuste de altura e profundidade elétricos, head-up display com projeção colorida das informações no para- brisa, acabamento interno de couro e teto solar panorâmico elétrico.

No design, a dianteira segue fiel à geração anterior. Ou seja, continua com linhas exageradas e controversas. A grade, por exemplo, é formada por dois trapézios invertidos gigantescos, com uma área maior do que a do para-choque propriamente dito.

Acostume-se com os volumes esculpidos para receber os faróis de neblina: esse recurso de estilo estará nos futuros carros da Toyota.

Visto de lado, o RX mostra uma traseira com vidro bastante inclinado para causar o aspecto de cupê, mesmo com o contorno do teto pouco arqueado. Uma espécie de escultura com quatro rodas.

Mercado premium

Dois entre os dez carros premium mais vendidos nos Estados Unidos são da marca Lexus, a divisão de luxo da Toyota. E ser o preferido no maior e mais exigente mercado do mundo não é para qualquer um. 

Não é a toda que a Lexus está numa ofensiva para aumentar a visibilidade da marca. Na capital cearense, a Newland abriu bonita loja no Shopping Rio Mar Fortaleza.

Ficha técnica

Motor: 3.5 litros, V6
Potência: 305 cv
Torque: 52,37 kgfm
Transmissão: automática, 8 velocidades
Tração: 4x4 integral
Velocidade máxima: 200 km/h
0-100 km/h: 8,4 seg.
Consumo: 7,2 km/l (urbano0 e 9,7 km/l (estrada)
Porta-malas: 521 litros
Peso: 1990 kg
Preço: R$ 369.990,00