Carros 4x4 mais baratos do País

Quer um carro com tração nas quatro rodas, mas o bolso não está folgado? Saiba as opções mais em conta

Depois do Jimny (leia Capa), o segundo 4x4 mais barato do Brasil é o Renault Duster. Ele nasceu para ser um carro 4×4. Seu preço: R$ 79.990. O SUV da marca francesa, mas de origem Dacia, é um produto de baixo custo de produção, simples, robusto e bem capaz no fora de estrada. Na versão Dynamique 4×4, o motor é 2.0 de até 148 cv, a transmissão é manual de seis marchas e não automática. Um dos destaques dele é o baixo consumo de combustível, segundo relata o gerente de carros novos Alex Moura, da Renault Regence. Ele está usando um exemplar e disse que na área urbana faz 8 km/l enquanto na estrada chega a 14 km/l. "Carro tem excelente custo benefício e boa procura pelo consumidor cearense: vendemos em média 15 unidades por mês nas duas lojas". O modelo tem seletor de tração com opção 4×2, 4×4 automático ou 4×4 bloqueado. Além disso, ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico, rodas de liga leve aro 16 polegadas, duplo airbag, ABS com EDB, multimídia MediaNav 2.0 com navegador GPS, câmera de ré, sistema de som Arkamys, faróis de neblina, entre outros, estão disponíveis de fábrica. O modelo tem ainda bom espaço interno, suspensão traseira independente e porta-malas com 475 litros.

Depois dele, um empate: o Ford EcoSport em sua versão Storm e o Suzuki Vitara 4You. Ambos custam R$ 99.990. O motor do Storm é o Duratec Direct - com injeção direta de combustível - com até 176 cv, e câmbio automático de seis velocidades com conversor de torque. Batizado de Storm, é um carro 4×4 que recebe pintura personalizada em dois tons e com faixas decorativas, rodas de liga leve escurecidas, proteções adicionais nos para-choques e saias de rodas, bem como grade exclusiva com o nome "Storm" bem grande. O interior tem detalhes em cor laranja, assim como no exterior do veículo. Segundo o gerente de vendas da Jangada Ford, Rafael Fontenele, a tração integral dele tem bom desempenho em terrenos sem aderência, "para quem tem uma fazenda, por exemplo" e o veículo está sendo bem procurado pelo lindo visual off-road e esportivo.

Em seguida na lista, um sucesso de vendas, o Jeep Renegade, um dos SUVs mais vendidos do País. Dotado de grande capacidade off-road, o utilitário esportivo dispõe do bom motor diesel 2.0 Multijet com 170 cv e 35,7 kgfm. Além disso, o propulsor usa um câmbio automático de nove marchas, que inclui paddle shifts.

Nessa versão 4×4, os para-choques apresentam bons ângulos de entrada e saída, enquanto a suspensão é elevada em relação ao modelo Flex. Ar-condicionado, trio elétrico, direção elétrica, sistema de som com Bluetooth e USB, navegador GPS, piloto automático, entre outros, fazem parte do pacote.

Em seguida na lista, outro Suzuki, o S Cross. O primeiro modelo do S-Cross era mais leve visualmente e estava mais próximo de um Honda Fit do que de um crossover, mas era bem legal. Agora, o modelo da Suzuki ficou mais atarracado, porém, preserva o principal: tração 4×4 AllGrip. Esse é um sistema polivalente, que permite bloquear o 4×4, bem como deixando variando de força entre eixos e as rodas, além de entregar uma opção de performance que garante até 100% de força nas rodas traseiras.

Há também o modo de inverno, com redução de força quando em pisos escorregadios. Se no Vitara o motor é 1.6, a sensação aqui é o 1.4 TurboJet com 146 cv e 23,5 kgfm, além do câmbio automático de seis marchas.

Se a Suzuki pode ter três modelos de carro 4×4 entre os mais baratos do Brasil, sendo que dois deles têm diferença de R$ 15 mil no preço, a Subaru se supera ao deixar o cliente decidir o que levar para casa entre duas opções, que custam o mesmo. O Subaru XV é um crossover propriamente dito, derivado do Impreza - que não está disponível na rede e que custava R$ 104.900 - tendo o motor boxer 2.0 de 150 cv e 20 kgfm, que vem com o câmbio CVT Lineartronic e o sistema de tração S-AWD, montado no mesmo nível de motor e câmbio.

O Mitsubishi ASX é um carro 4×4 da marca japonesa com um porte próximo dos SUVs compactos, tendo agora um design mais robusto com a última atualização. Além da opção de acesso com tração dianteira, o modelo tem também outras duas com tração nas quatro rodas, mas com um preço bem mais alto. Ele agrega um motor MIVEC 2.0 Flex de até 170 cv e 23 kgfm, que dispõe unicamente de câmbio CVT com sistema INVECS-III. Bem completo, vem com rodas de liga leve 18 polegadas, sete airbags, bancos em couro, entrada e partida sem chave, entre outros.

Dez mais baratos

1- Suzuki Jimny: R$ 68.490

2 - Renault Duster: R$ 79.990

3 - Ford Ecosport Storm 2.0 AWD : R$ 99.990

3 - Suzuki Vitara: R$ 99.990

4 - Jeep Renegade: R$ 111.990

6 - Suzuki S Cross: R$ 116.990

7 -Subaru XV S-AWD: R$ 118.900

8 - Subaru Forester S-AWD: R$ 118.900

9 - Mitsubishi ASX AWD: R$ 119.490

10 - Troller T4: R$ 128.990

* Preços médios, podem ter variação