Autop em reta final

A 16ª edição da Feira se aproxima. Ainda não foi fechada a programação, mas muitas novidades já foram anunciadas

Image-0-Artigo-2415403-1
Direto da fonte Estandes feitos com as próprias fábricas é um dos diferenciais Fotos: Divulgação

Já está tudo preparado para a Autop 2018. E mesmo com mais de uma década de existência, a Feira Nacional de Autopeças, Motopeças, Acessórios, Equipamentos e Serviços não para de trazer novidades a cada edição.

Para este ano, o destaque é a oficina verde, que mostra como os locais voltados para manutenção automotiva podem ser mais sustentáveis em sua estrutura e aparece também como motivação para as empresas conseguirem o selo verde, concedido pelo Instituto de Qualidade Automotiva, o IQA. Inclusive o espaço será feito em parceria com o Instituto.

Entre as características estão desde um item simples, como a organização e a limpeza do ambiente, como a troca para lâmpadas de LED e melhor aproveitamento da luz solar no interior.

Outra dica é reutilizar a água da chuva na limpeza da oficina ou lavagem dos veículos, trocar equipamentos antigos que possam gastar mais energia elétrica, criar um espaço coberto para guardar os pneus inservíveis e lembrar de separar óleos, graxas e gorduras.

Até mesmo dentro do escritório é possível ser sustentável. A mobília, por exemplo, pode ser com produtos automotivos reciclados, como pneus, os quais se transformam em jarros, bancos, sofás e segue a temática de decoração da oficina.

Essas são só algumas orientações, as instruções completas estarão disponíveis durante todos os dias do evento. E, uma curiosidade, é que ela não será montada em um espaço físico. A estrutura poderá ser vista por realidade aumentada. Conforme a organização, esta será a primeira vez no Brasil a usar esse tipo de tecnologia a essa proposta.

Seminário

Seguindo essa temática sustentável, no segundo dia do evento haverá o seminário Autop Verde. Iniciando às 14h, serão quatro temáticas, sendo a primeira: "Como descartar os resíduos nas oficinas mecânicas".

Tem ainda: "Reúso da água em serviços mecânicos", "Como transformar seu estabelecimento em uma oficina verde" e, ao fim, haverá um painel de debates com empresas certificadas com o Selo Verde, finalizando a programação às 18h.

Conectada

E além da Oficina Verde, a 16ª edição da Autop está mais antenada às tecnologias ao lançar o seu aplicativo desenvolvido pela Rubert Tecnologia: é a "Autop 2018", que pode ter o seu download feito gratuitamente.

Nele é possível fazer a inscrição, ter acesso à programação completa dos quatro dias e ao catálogo dos expositores. Mas, o mais interessante é a função de localizador. Como um "Google maps", a promessa é, além do mapa da feira, poder colocar o estande que se quer visitar como destino e, em seguida, seguir instruções para chegar até ele.

Inscrições

Para quer quiser garantir a presença no evento, o credenciamento pode ser feito no site de maneira gratuita. Aqueles que deixarem para fazer durante a Autop, estarão sujeitos, provavelmente, a grandes filas. Afinal, a organização espera em torno de 30 mil pessoas entre os quatro dias de Feira.

Além de pessoas de Fortaleza, virão caravanas do interior do Ceará, como Cariri, Quixeramobim, Iguatu, Mombaça e Sobral, fora representantes de outros estados, como Acre, Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Todas elas terão oportunidade de encontrar pessoalmente com fabricantes, perguntar sobre os produtos direto da fonte. Já foram confirmados 140 indústrias expositores, integrando um expectativa de 300 marcas presentes de fornecedores no Centro de Eventos.

Promovida pelo Sistema Sincopeças Assopeças Assomotos, a Autop é voltado só a profissionais do segmento automotivo. Será uma oportunidade para fechar negócios e se capacitar com as palestras ou os cursos que serão oferecidos. "Vamos fazer a Autop com muito respeito, organização e carinho ao nosso público e expositor", destaca Ranieri Leitão, presidente do Sistema.

Fique por dentro

O que é preciso para uma oficina sustentável?

Para ser reconhecido como uma oficina verde, de acordo com o Instituto de Qualidade Automotiva (IQA), que certifica com o selo verde quem atinge as características almejadas, é observado, por exemplo, dentro da funilaria, como é feito descarte de peças plásticas, metálicas e de vidro.

Na pintura, é visto se a empresa realiza algum processo de reciclagem do solvente, como a utilização para lavagem de pistolas de pintura ou peças e se há jogado no lixo corretamente os materiais contaminados, como embalagens de tinta, papel de mascaramento e estopa.

Na mecânica, é reparado se o sistema de lavagem (não agressivo ao meio ambiente) e o descarte de peças também são feitos de forma adequada. Outro ponto é a reutilização da água da torneira, chuveiro e da chuva para limpeza das áreas que não necessitam de água limpa.

Na estrutura, ainda é importante características como ambiente limpo e organizado e se o ambiente aproveita a própria luz natural, para usar menos energia elétrica.

Exemplos na prática para ser uma oficina verde estarão na Autop 2018 em forma de realidade aumentada, em uma parceria com o IQA.

Mais informações:

Autop 2018
Dias: 15 a 18 de agosto
Horário: 16h às 22h (quarta a sexta) e 11h às 18h (sábado)
Local: Centro de Eventos do Ceará

http://autopceara.com.br/