Esquecidos

Desejo e luta

Esgoto

Acessibilidade

Velho Chico

Campos

Feiras

Usina

15.07.2017

Fértil de luz, carente de reflexão

Ao longo da existência de Fortaleza, a arte fotográfica tornou-se testemunha das modificações urbanas e um elemento necessário à construção da identidade visual da população

15.07.2017

Os sons de Fortaleza

Na pressa da metrópole, a audição é inundada e o som quase sempre se torna ruído. Mas eles também são um mapa. A pesquisadora Thaís Aragão observa como percebe Fortaleza através da audição

15.07.2017

A cidade que tocamos

A Fortaleza do asfalto e das paredes quentes, da areia e da água salgada sentida entre os pés, e dos equipamentos culturais - sejam eles acessíveis ou não - é também reconhecida pelo tato

15.07.2017

Os cheiros que desenham a urbe

Das praias ao Centro, passando pela maresia da orla, a vegetação dos parques, as comidas das feiras e o fluxo de transeuntes, a cartografia de Fortaleza exala aromas de rotas pessoais

15.07.2017

Memória e pertença pelo paladar

Uma cidade pode ser devorada, literalmente, quando a comida é o mapa. Dos lugares onde se produz ou se vende alimentos aos que servem o prato pronto, os sabores tornam-se lembranças e histórias

15.07.2017

Fortalezas sensoriais

Muitas cidades em uma só. Qual a sua? Que cheiro tem? Como parece? A capital cearense se descortina todos os dias, para quem se dispõe a vivê-la

24.06.2017

Do tempo da roma antiga

O saneamento básico é um direito de todos, mas conquista de poucos; o esgoto, menos ainda