alianças

Preocupação em fechar dobradinha

01:00 · 13.03.2018

O posicionamento dos deputados federais cearenses em votações polêmicas, no Congresso Nacional, como a reforma trabalhista e as denúncias contra o presidente da República, Michel Temer (MDB), pode prejudicar as "dobradinhas" deles com deputados estaduais, neste ano.

A poucos meses do pleito que elegerá presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais, parlamentares intensificam as visitas às suas bases eleitorais e já costuram "parcerias" que deverão fazer com os aliados. É comum ver durante esse período candidatos a cargos proporcionais, seja na Assembleia ou na Câmara, trabalharem juntos uma mesma agenda de campanha, as chamadas "dobradinhas", com o intuito de angariar maior quantidade de votos.

Acontece que agora, na avaliação de alguns deputados estaduais, a população estará mais atenta àqueles candidatos ao cargo de deputado federal, para os quais eles deverão pedir votos. Isso porque o posicionamento da atual bancada cearense em relação a votações polêmicas, no Congresso Nacional, envolvendo a Reforma Trabalhista e as denúncias contra o presidente Michel Temer (MDB), por exemplo, vem sendo cobrada pelo eleitor. A deputada Mirian Sobreira (PDT) avalia que, dependendo do candidato que o deputado estadual escolher, ele pode mais "perder do que ganhar".

"A primeira coisa que eles querem saber quando a gente vai conversar com a pessoa é se ele foi contra ou a favor da Reforma Trabalhista. Esses (que votaram a favor) vão ter muitos problemas para poderem conseguir que as pessoas acreditem, porque impactou na vida delas. A população está atenta, as redes sociais estão informando e está todo mundo esperando a eleição pra dar o troco", enfatiza a parlamentar governista.