Aponta Anatel

Empresa do CE é líder em satisfação em banda larga

Brisanet desbancou as grandes teles em atuação no Estado e foi líder no quesito de internet fixa residencial

Média de satisfação dos clientes com os serviços de telecomunicações em 2017 foi menor para todos, exceto telefonia móvel, segundo a Anatel
01:00 · 14.03.2018

Fortaleza/Brasília. A cearense Brisanet desbancou as grandes teles em atuação no Estado e foi a líder em satisfação do cliente na categoria banda larga fixa, segundo atestou pesquisa da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) referente a 2017 divulgada na tarde de ontem (13). A pontuação atingida pela empresa foi de 7,24 pontos - numa escala que vai de zero a dez. Em seguida vieram Net (7,07 pontos), Vivo (6,76), Sky (6,16) e Oi (5,58).

A Brisanet atua em 40 cidades do Nordeste espalhadas entre Ceará e Rio Grande do Norte, e é uma das empresas que tem a concessão do Cinturão Digital. A rede de fibra óptica deu suporte para a expansão do atendimento, assim como a estabilidade do sinal levado aos clientes.

Os demais serviços pesquisados pela Anatel foram dominados pelos grandes grupos de telecomunicações, com destaque para a Vivo, que emplacou o primeiro lugar em telefonia móvel pré-paga e móvel pós-paga, além de segundo lugar em telefonia fixa. Mas amargou um último lugar em TV por assinatura.

Serviços

Os resultados do Ceará, por mais surpreendente que seja, foram superiores às médias nacionais observadas para os serviços de telefonia móvel (pré - 6,83pontos, e pós-pagas - 6,99), telefonia fixa (6,92), banda larga fixa (6,23) e TV por assinatura (6,93), de acordo com o estudo divulgado pela Anatel.

As médias de 2017 ainda decepcionaram por representarem uma queda na satisfação geral dos consumidores, uma vez que os indicadores para cada um dos serviços foram melhores avaliados nos dois anos anteriores, com exceção da telefonia móvel, tanto móvel quanto fixa, os quais apontaram sensíveis melhorias na percepção dos usuários de todo o País.

Oi tem pior avaliação

A operadora de telefonia Oi ficou com as piores notas dos consumidores de telefonia do País, de acordo com a Anatel. A pesquisa, que está em sua terceira edição, englobou as principais operadoras brasileiras de banda larga fixa, telefonia fixa, telefonia móvel e TV por assinatura. No total, foram entrevistados 140 mil consumidores em todos os estados brasileiros.

As demais avaliadas foram Algar Telecom, BrisaNet, Cabo Telecom, Claro, Net, Nextel, Nossa TV, Porto Seguro, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo. A coleta de dados ocorreu entre 26 de julho e 3 de dezembro de 2017.

Entre as grandes prestadoras de serviço celular pós-pago, o melhor índice ficou com a Vivo (7,26), mas a melhor avaliação desse tipo de serviço ficou com a operadora Porto Seguro. Nos serviços pré-pago de telefonia celular, o melhor desempenho foi da Vivo (6,88), mas a que se destacou foi a Sercomtel (7,71). Em relação aos serviços de banda larga fixa, a TIM obteve nota (7,54), só atrás da Cabo Telecom (7,64).

No índice de satisfação geral com os serviços, a Oi obteve a pior nota nas modalidades de serviço celular pós-pago (6,20), pré-pago (6,66) e banda larga fixa (5,67). Em nota, a Oi informou que tem investido continuamente na expansão da rede e na melhoria de qualidade dos serviços. "No ano passado, a Oi reduziu em 23% o volume das reclamações no call center da Anatel, taxa que supera a registrada pelo mercado. No mesmo período, as ações junto aos Juizados Especiais Cíveis registraram redução de 46% em relação ao ano anterior", declarou a empresa. "A companhia continuará intensificando seus esforços e investimentos com vistas à melhoria da qualidade dos serviços que presta aos clientes", disse.