MERCADO

Bolsa sobe 0,61%; dólar vai a R$ 3,25

01:00 · 13.03.2018

São Paulo. A Bolsa brasileira conseguiu descolar dos mercados americanos e fechou em alta ontem (12), ajudada pelas ações de bancos e da Eletrobras e ainda sob influência dos dados de emprego divulgados na sexta-feira (9) nos Estados Unidos. O dólar se valorizou e encostou em R$ 3,26 nesta sessão.

O Ibovespa, das ações mais negociadas, subiu 0,61%, para 86.900 pontos. O volume financeiro negociado foi de R$ 8,8 bilhões - a média diária de março está em R$ 11,1 bilhões.

O dólar comercial fechou em alta de 0,18%, para R$ 3,258. O dólar à vista, que fecha mais cedo, subiu 0,26%, para R$ 3,263.

O bom humor no mercado acionário brasileiro ainda é fruto do otimismo com dados de mercado de trabalho americano divulgados na sexta-feira e que apontam que a geração de vagas não estaria, no curto prazo, pressionando a inflação no país.

Ações

Os papéis de bancos, os de maior peso no Ibovespa, ajudaram a impulsionar o índice na sessão dessa segunda-feira.

O Itaú Unibanco se valorizou 1,13%. As ações preferenciais do Bradesco subiram 0,79%, enquanto as ordinárias avançaram 1,20%. As units - conjunto de ações- do Santander Brasil se valorizaram 1,11%. Na contramão, as ações do Banco do Brasil recuaram 0,53%.

Das 64 ações do Ibovespa, 43 subiram e 21 caíram na sessão de ontem. As ações preferenciais da Eletrobras lideraram os ganhos do índice, com avanço de 4,49%. Os papéis ordinários tiveram alta de 4,10%.