Após delações

CVM abre processo para investigar notícias sobre JBS

Por meio da sua assessoria de imprensa, no entanto, Comissão de Valores Mobiliários comunicou apenas que divulgará detalhes das investigações em breve

14:02 · 19.05.2017 por Estadão Conteúdo

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu processo para investigar o frigorífico JBS, pivô das delações envolvendo o presidente da República, Michel Temer, que vieram à tona na noite da última quarta-feira (17).

Na quinta, após a divulgação das delações, foram publicadas notícias na imprensa de que o frigorífico teria se beneficiado por saber previamente que o escândalo estouraria e que teria reflexos nas ações da empresa e no câmbio.

No site da CVM, consta apenas a informação de abertura de dois processos nos últimos dois dias - um na quarta-feira (17) e outro ontem (18) -, não informando o motivo da abertura dos processos. Por meio da sua assessoria de imprensa, comunicou apenas que divulgará detalhes das investigações em breve, em nota oficial.

Ao todo, a CVM abriu seis processos em nome da JBS neste ano, dois deles nesta semana.