Solidariedade

Referência na capoeira, Mestre Marcão vive drama e pede auxílio

Até o presente momento, as maiores contribuições têm sido oriundas de países europeus

16:25 · 31.08.2017 / atualizado às 18:04
Capoeira
Mestre Marcão(à esquerda)sendo homenageado pelo Mestre Paulão ao receber seu título de Mestre de capoeira ( Foto: Divulgação )
Referência na capoeira, Mestre Marcão iniciou a carreira aos 9 anos em Fortaleza. Após anos de prática do esporte em terrenos nem sempre apropriados, a articulação do quadril do esportista está desgastada. Cada passo que ele dá vem acompanhado de dor forte, o que impossibilita desfrutar de uma vida normal. Agora, a família do atleta pede apoio para que seja possível uma cirurgia para recuperação do atleta.
 
Com esse objetivo, a campanha #BORACAPOEIRA foi criada e visa arrecadar fundos através de um site.
 
Katiana Minelle, esposa do capoeirista, falou sobre a situação enfrentada pelo marido. "Dedicou a vida toda a capoeira, já viajou o mundo todo em função da capoeira. Natural de Trairi, filho de pedreiro e lavadeira de roupa. A lesão que ele tem é por causa dos movimentos repetitivos, ele precisa colocar prótese de quadril, a cirurgia custa R$ 35 mil , anda com dificuldade por que está batendo o fêmur na bacia,  não tem mais cartilagem. Por isso estamos com a campanha #BORACAPOEIRA", explicou.
 
No próximo sábado (2), a partir das 15h, na casa José de Alencar, ocorrerá um  batizado e troca de cordas. Será mais um evento que visa arrecadar fundos para a campanha #BORACAPOEIRA" em prol do Mestre Marcão. 
 
Disparidade
 
Alemanha, França, Holanda, Bélgica, Portugal, Espanha e Suíça são alguns dos países europeus que contribuíram e seguem contribuindo para alcançar a meta de 11 mil euros. 
 
De acordo com Mestre Paulão, professor de capoeira de Marcão há mais de 30 anos, o grande objetivo da campanha passa a ser ganhar adesão em solo brasileiro, onde, até o momento, somente sete pessoas contribuíram. "Marcão é meu aluno há 32 anos. O Mestre Marcão faz capoeira há 30 anos e adquiriu uma contusão grave de quadril que é necessário fazer uma operação. Começamos uma campanha na Alemanha e está indo muito bem, mas precisamos de mais visibilidade para atingirmos nosso objetivo ao mesmo tempo estou entregando o diploma de Mestre para ele", explicou Paulão.
 
Sobre a grande diferença de contribução entre países do continente europeu, Mestre Paulão fez uma importante ressalva. "O projeto começou na Alemanha, a gente tem 18 cidades filiais do grupo Capoeira Brasil na Alemanha e talvez seja por isso que o maior valor arrecadado seja por lá."   
 
De acordo com Mestre Paulão, o grupo Capoeira Brasil está em 34 países, 95 cidades. As doações mais fracas estão sendo evidenciadas no Brasil e principalmente no Ceará; portanto, busca-se intensificar para atingir 11 mil euros que é o valor da operação que ele precisa. 
 
Mestre Paulão fala sobre a campanha