Seguro

Em 10 anos, DPVAT foi pago a mais de 60 mil pedestres no Ceará

Número de prêmios concedidos é puxado para cima pelos sinistros causados por invalidez, que representam mais de 80%

10:50 · 15.07.2018
acidente
Entre 2008 e 2017, ao todo, o DPVAT foi compensado a 378.389 pessoas, dispostas nas três categorias (motorista, passageiro e pedestre) ( Foto: José Leomar )

O seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres) pagou, em dez anos, 61.205 indenizações a pedestres no território do Estado do Ceará. Os prêmios concedidos a pessoas que foram alvo de sinistro no trânsito cearense ocorreram em razão de: morte, invalidez permanente ou despesas de assistência médica e suplementares (DAMS).

Entre 2008 e 2017, o maior pico de compensações financeiras restituídas pela Seguradora Líder, que gere o DPVAT, foi em 2014. Neste ano, diferente dos demais, o número de pedestres que requeriram a recompensa chegou a 10.560 - 17,2% do total da década. 

Desde então, o número de pagamentos vem caindo. Foram 9.730 em 2015, 9.069 em 2016 e 7.035 em 2017. Só em 2018, entre janeiro e maio, já foram solicitados e pagos os prêmios de 2.142 cearenses vítimas de acidentes de trânsito, sendo quase a totalidade deles em decorrência de invalidez permanenete (84,3%).

Nos dez anos, as 61.205 indenizações pagas a pedestres representam 16,1% do total de restituições entregues pela Seguradora Líder em razão de acidentes de trânsito.

Entre 2008 e 2017, ao todo, o DPVAT foi compensado a 378.389 pessoas, dispostas nas três categorias (motorista, passageiro e pedestre).

Alta

O número de sinistros que vitimou pedestres na última década foi puxado para cima em razão da quantidade de acidentes que provocaram invalidez nos requerentes do seguro DPVAT. Do total recompensado aos pedestres, 80,9% foram em razão dessa justificativa, ou seja, 49.515 de 61.205 pessoas requeriram a premiação. As indenizações pagas em função de morte representam 10,2%, enquanto por DAMS são cerca de 7,5%. 

Cenário nacional

Nacionalmente, a Seguradora Líder lançou o Boletim Estatístico "Dez anos de trânsito", em alusão ao período ao qual a empresa é responsável pela gerência do seguro DPVAT. No cenário brasileiro, foram 1.068.996 milhão de indenizações pagas a pedestres nos três tipos de cobertura.