Coluna

Mingau Pop: Brujeria na Capital

foto
Fortaleza tem se notabilizado pela boa oferta de show de metal, incluindo expoentes gringos de alguns gêneros. Em maio, outro desses nomes de referência aporta por aqui: a banda mexicana Brujeria. Formada na Cidade do México, em 1989, se notabilizou por um grindcore cantado em espanhol, repleto de referências ao violento universo do tráfico de drogas em seu país, satanismo e imigração. Apesar do tempo de estrada, a discografia do grupo é pequena - apenas quatro discos, sendo a estreia ("Matando Güeros") o mais famoso. O trabalho mais recente do Brujeria é "Pocho Aztlan" (2016). A turnê de promoção do disco incluiu seis data no Brasil, entre 16 e 22 de maio. Na capital cearense, a banda toca no dia 18, no Berlinda (Rua Dragão do Mar, 198 - Praia de Iracema). A abertura será das cearenses S.O.H. E Krenak, a partir das 21 horas. Ingressos: R$ 80 (meia), pelo site www.ingressando.com.br.

Mais metal

foto
A Empire, produtora que vai trazer a mexicana Brujeria em maio, tem outros dois shows internacionais por anunciar (não há detalhes se são do segmento metal). A empresa já tem programado outro show de metal, numa linha mais clássica, para o dia 5 de maio. Os alemães do Accept (que viriam no ano passado, mas por conta de atrasos no voo, acabou cancelando sua apresentação) são a principal atração de uma edição especial do Festival Ponto.CE. O line-up ainda conta com Korsus (SP). Os shows acontecem a partir das 19 horas, na Praça Verde do Dragão do Mar. Os ingressos já estão a venda, pelo site www.Ingressando.Com.Br, com valores de R$ 105 a R$ 300.

Extremo

Os fãs de música extrema têm ainda outra data especial este ano. Dia 22 de setembro, o quinteto norte-americano Cannibal Corpse e o quarteto inglês Napalm Death se apresentam, a partir das 19 horas, no Espaço Jangada, do Shopping Iguatemi. Os ingressos já estão sendo vendidos pelo site www.Clubedoingresso.Com. O show faz parte de uma turnê nacional da dobradinha que nove datas programadas.

Made in USA

Quem acompanha a banda, já não leva a sério as promessas de aposentadoria do Ministry. Depois de dizer que "From Beer to Eternity" (2013) seria último dos veteranos do rock industrial, Al Jourgensen voltou atrás e lançou "AmeriKKKant". O álbum saiu na sexta-feira passada, 9, e é repleto de referências ao momento político pelo qual passam os Estados Unidos - com referências que vão das fake news a Donald Trump.

Marcos Lessa canta Sinatra

Marcos Lessa
Além de manter sua carreira autoral, o cantor Marcos Lessa não larga mão dos shows em que mergulha em um único repertório. Já homenageou Gonzaguinha, Belchior e Luiz Gonzaga (ao lado de Chambinho do Acordeon). Na próxima sexta-feira, 16, ele adiciona mais um grande nome ao elenco de astros homenageados. O nome desta vez é estrangeiro e, mais do que os outros, impõe um verdadeiro desafio vocal. A partir das 21h, no Teatro RioMar, Lessa sobe ao palco com a Big Band da Unifor para interpretar canções do repertório de Frank Sinatra. A apresentação vem sendo preparada há quatro anos, com estudo de biografia e discografia de Sinatra. O cantor contará com uma formação afiada, com mais de 20 músicos com instrumentos da música clássica e erudita. Entre os clássicos confirmados, estão "Strangers In The Night", "My Way", "Theme from 'New York, New York'" e "I've Got You Under My Skin". Ingressos a venda no loca, com valores de R$ 60 a R$ 100.

Últimos Artigos