Uso de aparelhos eletrônicos por adolescentes deve ser supervisionado

Especialista afirma que tecnologia não pode comprometer atividades cotidianas