Obra recupera "fake news" do século XVIII

Aventuras ficcionais de um trambiqueiro nas Américas enganaram leitores e fizeram sucesso no século XVIII