A escuta é vital ao diagnóstico