Quadrilha pode ter fraudado até R$ 9,4 mi

De acordo com investigações da 'Operação Mimetismo', os suspeitos agiam no Ceará e no Pará