Réus são condenados a 63 e 31 anos de prisão por triplo homicídio

John Lennon Almeida Sousa e Pabllo Gabriel Martins Gomes teriam cometido os crimes motivado pela disputa de território para traficar drogas