Chefe do PCC assassinado em SP participou da morte de líderes no Ceará, aponta investigação

'Cabelo Duro', como era chamado Wagner Ferreira, estava sendo investigado pela Polícia do Ceará e de São Paulo e podia vir a ser preso