63,5% dos adolescentes internados não foram julgados

Levantamento divulgado pelo CNJ mostra que o Ceará é o segundo do País com maior proporção de adolescentes internados, em condição provisória junto à Justiça