Número de adolescentes mortas mais que quadruplica na Capital

O levantamento do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA) mostra um aumento exponencial de vítimas do sexo feminino com idade entre 10 a 19 anos, no primeiro semestre deste ano