Governador pede reforço de 500 homens da Força Nacional

Outras medidas anunciadas em resposta à sequência de ataques foram a nomeação imediata de 220 novos agentes penitenciários, antes prevista para março deste ano, e a atuação de 373 novos policiais militares nas ruas