Expulsões por facções persistem e comunidades exigem respostas

A Defensoria Pública estima que, nos últimos 12 meses, pelo menos 524 pessoas foram desalojadas à força