Cearenses deram abrigo e alimentação para assaltantes de bancos

Um preso no tiroteio em Milagres e um guarda municipal de Barro são suspeitos de dar suporte a uma parte da quadrilha que tentava assaltar duas agências bancárias. Dupla conviveu com criminosos, mas nega envolvimento