Artista vive, produz e se manifesta no Lixão do Crato

Além de produzir obras de arte, Paulinho conta que vive exclusivamente daquilo que encontra no lixão