Redes sociais: riscos e potenciais para a eleição

Para pesquisadores, o Facebook e o WhatsApp devem ter mais ênfase neste pleito, mas é preciso usá-los bem